Papel de parede: tudo que você precisa saber

· 19 de outubro de 2018
O papel de parede é muito prático e simples de colocar para decorar os cômodos da casa. Você poderá combiná-lo com a pintura ou optar por cobrir as paredes apenas com este grande aliado.

Atualmente, há uma grande variedade de texturas e materiais para revestir paredes, como é o caso do papel de parede. Pensávamos que ele só aparecia nos programas de decoração, mas não. Nos dias de hoje, é um dos principais elementos para decorar devido a sua grande versatilidade.

Nos últimos anos, têm sido criados papéis de parede de diferentes materiais e com acabamentos variados. Isto tornou este recurso decorativo uma das opções mais interessantes ao decidir a decoração das paredes. Sim, podemos dizer que o papel de parede vem com tudo e é uma das principais tendências dentro do contexto da decoração de interiores.

A seguir, tiraremos as suas dúvidas e explicaremos por que o papel de parede é uma boa ideia.

Quais são as vantagens do papel de parede?

A principal vantagem do papel de parede é que é um produto limpo e de rápida colocação, apesar de trabalhoso.

Com o papel você não terá que dar várias demãos de tinta ou suportar o seu cheiro enquanto espera que a parede seque.

Além disso, é rentável a longo prazo, já que não é mudado com tanta frequência. Ao contrário da pintura que é preciso retocar com o passar do tempo.

Por que decorar com papel de parede?

Os papéis de parede permitem que você personalize as diferentes áreas da sua casa criando ambientes únicos.

A oferta de designs é muito ampla. Na verdade, existem empresas especializadas em criar papéis por encomenda e podem fazer desenhos personalizados.

Apesar de cada vez mais pessoas incluí-lo em suas casas, é um material que não é visto em todos os lugares. Isso faz com que seja uma ótima ideia para surpreender os seus convidados e gerar contrastes nos espaços.

Papéis de parede / yourwallpaper.se

O que devo avaliar antes de escolher o papel?

A primeira coisa que você deve verificar é a qualidade da sua parede. É importante que a parede esteja lisa e em perfeitas condições, para que o acabamento seja o melhor possível. Caso contrário, se soltará e não ficará bem.

Outro aspecto a levar em consideração é que os papéis com estampas pequenas ou lisas são perfeitos para ampliar os ambientes. Este é um ponto a favor se você quiser ganhar profundidade.

Além disso, quando se trata de combiná-los com móveis e tecidos é mais fácil. No caso das estampas maiores, ajudarão a fazer com que espaços muito grandes se tornem mais acolhedores.

Se a parede tiver algum pequeno problema, opte pelo papel com relevo ou algum tipo de textura para disfarçar as imperfeições.

Normalmente, nas lojas onde se compra o material, já oferecem o serviço de instalação e o incluem no orçamento. Por isso, há muitas pessoas que preferem colocá-lo e economizar esse dinheiro.

Tipos de papéis de parede

Existem muitos tipos de papel de parede: acrílico, sintético, têxtil, lâminas de madeira, de fibra natural e até mesmo eletromagnético que evita a corrente estática.

No entanto, os dois mais comuns são: o papel em relevo e o vinílico.

Papel em relevo

Geralmente se apresenta em uma única camada mais ou menos espessa em que o desenho é impresso.

Para instalar este papel, deve-se usar cola de celulose. É um papel pouco resistente à luz. Além disso, não pode ser lavado.

Por este motivo, é aconselhável instalar em locais com pouco tráfego.

Papel em relevo / valladolid-pintores.com

Papel vinílico

Ao contrário do papel em relevo, este é feito com duas camadas. A camada final é plástica e permite ver o acabamento. Além disso, a sua instalação é muito mais simples.

Outra grande vantagem deste papel é que ele é pré-colado. Isto significa que leva uma camada de cola na parte de trás do desenho. Para ativar esta cola, o papel deve ser completamente introduzido na água.

É mais resistente e pode ser limpo sem nenhum problema. Há muitas vantagens para escolher esse tipo de papel.

Materiais para revestir paredes

No mercado existem muitos outros tipos de materiais para revestir paredes. Em seguida, falaremos sobre os mais usados.

– Vinil expandido: está preso a um papel de reforço liso. A camada de vinil é aquecida para criar uma impressão em relevo.

– Seda: se trata de papel feito com seda trançada reforçada com uma fina camada de papel. Com este tipo de revestimento, você deve tomar cuidado para que as emendas não fiquem visíveis.

– Em relevo: é resistente e pode ser pintado. É frequentemente usado para cobrir rodapés e tetos.

– Serapilheira: é um tipo de tecido com um reforço espesso para facilitar a sua colocação. É difícil disfarçar as emendas.

– Novamur: papel estampado de polietileno celular. Tem uma textura macia e fofa.

– Duplex: é um papel de parede resistente feito de duas camadas coladas. Muitas vezes, vem decorado com uma impressão em relevo.

– Flocado: é formado por desenhos de veludo recortados. É montado sobre um papel de reforço e é aplicado da mesma forma que o papel de parede padrão.

Vinil / papeisdelos70.com

Como se lava o papel de parede?

Muitas pessoas pensam que o papel de parede não pode ser lavado, e usam esse argumento para não colocá-lo nos seus espaços.

No entanto, é muito simples. Você poderá passar uma esponja úmida com uma solução de água morna e uma pequena quantidade de detergente líquido. E pronto!

Como você viu, o papel de parede pode ser uma ótima opção para dar outro aspecto à sua casa.