Como decorar a sua cozinha seguindo o estilo nórdico

· 8 de julho de 2018
O estilo nórdico está presente em todos os cômodos da casa. A cozinha não seria exceção e, neste artigo, vamos falar sobre esse estilo de decoração.

As cozinhas em estilo nórdico roubaram nossos corações e os da maioria dos amantes da decoração.

O estilo nórdico, se tornou há alguns anos tendência no design e na decoração de interiores. O seu sucesso se deve à sua filosofia que se resume ao seguinte conceito: equilíbrio entre o funcional e o estético.

Poderíamos dizer que o principal objetivo desse estilo é alcançar a conciliação entre a vida familiar e as outras atividades. O objetivo é fazer com que o lar se torne o centro da vida familiar e pessoal.

Por isso, no artigo de hoje, falaremos sobre as cozinhas com estilo nórdico, como elas são e os diferentes aspectos que existem.

O estilo nórdico

Antes de começarmos a falar sobre esse estilo de cozinha, é preciso fazer um pequeno lembrete sobre o que é o estilo nórdico.

Esse estilo se caracteriza pelas suas formas simples e também por ser muito delicado. Sem dúvida alguma, o que define e identifica o estilo nórdico é o uso do branco em absolutamente tudo. Contudo, alguns seguidores do estilo nórdico preferem incluir um toque de cor.

Para quebrar a monotonia do branco, são introduzidos alguns elementos de cor, especialmente nos tecidos, nos eletrodomésticos, luminárias.

As pessoas que decoram a sua casa de acordo com este estilo fogem das excentricidades e do excesso de elementos nos cômodos.

Por outro lado, o uso de elementos naturais como a madeira também é característica deste estilo. No entanto, ele procura o equilíbrio quando combina esse material com outros materiais como o metal.

O uso de plantas também é muito comum no estilo nórdico. Podem ser plantas naturais, artificiais ou até mesmo quadros ou ilustrações de plantas. As mais comuns são os cactos ou as plantas suculentas.

cozinha estilo nórdico

Como vemos, o estilo nórdico faz muitas referências à natureza e também é comum ver figuras de animais, sobretudo, de cervos. Encontramos essas figuras tanto nas gravuras quanto nas pequenas figuras que enfeitam o ambiente; não apenas nos quartos das crianças, mas também nas salas de estar e nos cômodos em geral.

O estilo nórdico busca com que os cômodos transmitam “calor humano” e que também sejam muito aconchegantes. Por isso, os têxteis são de grande importância. Os tecidos com textura suave e macia são os mais utilizados. Por exemplo: cobertores, tapetes, almofadas de pelo longo.

Nos últimos anos está muito em moda e parece que ainda continuará em alta por um longo tempo. Isso porque ele está se modernizando cada vez mais, incorporando novos materiais como o cobre.

Cozinhas com estilo nórdico

Como em todos os estilos decorativos, o estilo nórdico também tem a suas variações.

Quanto à cozinha, encontramos quatro perspectivas diferentes.

“Branco sobre branco”

Essa vertente se caracteriza pelo uso do branco em tudo. Dos revestimentos aos móveis, a bancada, os eletrodomésticos, tudo é branco.

Para muitos, é um exagero. No entanto, pode e deve ser contrabalançado pelo uso de madeira em tons claros.

O que se pretende com o “branco sobre branco” é uma cozinha com muita luminosidade.

Podemos dizer que, das quatro perspectivas, essa é a mais extrema dentro das variações do estilo nórdico.

“Branco e madeira”

As cozinhas com estilo nórdico que seguem essa vertente se caracterizam por utilizar, além da cor branca como cor-base, a madeira.

As proporções geralmente usadas são 60% de branco e 40% de madeira.

Uma diferença que podemos notar em relação ao “branco sobre branco” é que, além das proporções, a madeira usada geralmente apresenta tons mais escuros para que haja um pequeno contraste e equilíbrio.

cozinha de madeira branca

“Branco e Preto “

Essa vertente é o outro extremo das cozinhas com estilo nórdico.

Trata-se de cozinhas com um forte contraste entre o branco e o preto.

O objetivo principal é a busca por um ambiente mais elegante. Para isso, utiliza o preto e a madeira em tonalidades médias.

É claro que o branco está sempre presente, especialmente nos revestimentos e nos acessórios de cozinha.

“Um toque de cor”

Essa é a última perspectiva das cozinhas de estilo nórdico. Obviamente é a mais versátil e a menos radical de todos as vertentes que temos visto até agora.

Trata-se de introduzir toques de cor através de revestimentos, tecidos, utensílios de cozinha e eletrodomésticos.

As cores podem ser vibrantes como o azul real ou o amarelo, embora também possamos encontrar combinações em tons pastel.

Os motivos geométricos predominam em têxteis e em alguns acessórios.

Em suma, “um toque de cor” consiste na seguinte combinação:

Branco + madeira + cor.

Conclusão

Como vimos até agora, o estilo nórdico é um estilo com uma característica muito própria, principalmente pelo uso do branco, que não agrada todo mundo. Não entanto, o importante é que, se você gosta desse estilo, poderá adaptá-lo à sua personalidade e à da sua família.

Em resumo, a cozinha é um lugar onde você precisa se sentir confortável. Por isso, se você deseja uma cozinha em estilo nórdico, deve levar em consideração essas quatro perspectivas e adequá-las ao seu gosto pessoal.