Decore a varanda para que ela seja o local de descanso ideal

2 de fevereiro de 2019
Transformar a varanda em um espaço de relaxamento e descanso está ao seu alcance. Faça desta parte da casa um canto de desconexão.

Você quer transformar a sua varanda em um espaço relaxante e diferente? Às vezes, deixamos a varanda de lado e não valorizamos a sua utilidade; por isso, decorar a varanda para que ela seja o local de descanso ideal destacará este espaço da casa.

Parece que o design de interiores se concentra apenas nos cômodos da casa, mas isso não é bem assim. A decoração também deve estar presente no exterior; a casa começa desde a fachada até o cantinho mais remoto.

Dessa forma, vamos lhe mostrar algumas dicas sobre como decorar a varanda, fazer com que ela seja atraente, diferente e explorar o seu uso, aplicando um conceito de descanso.

Por que decorar a varanda?

A funcionalidade de uma varanda é muito ampla. É verdade que em épocas como o inverno, o frio não permite o seu uso de forma contínua; no entanto, no verão, ela pode se tornar um dos espaços mais usados da casa.

O fato de não ser usada nas épocas de frio não significa que a sua decoração deve ser esquecida. Na verdade, a varanda é uma imagem para o exterior; isto é, o rosto visível e o primeiro contato com o exterior.

Por que decorar a varanda?

É muito interessante decorar a varanda em detalhe e a transformar no preâmbulo do que poderá ser visto no interior; de qualquer forma, devemos acrescentar que ela deve ser transformada em mais um ambiente habitável, decorado de acordo com o gosto do morador para que ele desfrute desse espaço.

– Não se esqueça, a varanda também faz parte da casa. –

Móveis para decorar a varanda

Em primeiro lugar, é preciso ter em mente as dimensões da varanda. Ela pode ter um tamanho maior ou menor; o tipo de mobília que incluiremos dependerá disso. Assim, se for um espaço grande, ela poderá ser decorada da seguinte maneira:

  • Mesa e cadeiras para fazer comemorações, almoços, jantares ou qualquer outra atividade. Tornam-se móveis funcionais de uso e contribuição estética.
  • Espreguiçadeiras ou redes: para um maior relaxamento, esses assentos são perfeitos para um descanso completo. Aquelas que permitem esticar as pernas são as mais recomendadas.
  • Mesinha: não pode faltar uma mesa pequena para colocar revistas, elementos decorativos ou que simplesmente sirva como apoio para colocar copos de bebida.
  • Plantas e flores: podem ser colocadas em jardineiras ou vasos. A melhor localização é próximo às barras do corrimão ou então penduradas na parede; é preciso evitar que elas sejam colocadas nas áreas de trânsito.
  • Iluminação: de preferência, tênue e indireta, de modo que seja gerado um ambiente descontraído, alternativo, relaxante e confortável. As luzes brancas e diretas causam inquietação, tensão e não relaxam.
  • Guirlandas de luzes, lanternas…: qualquer recurso que favoreça um ambiente zen e de descanso é muito importante. Estas pequenas luzes não fornecem uma iluminação funcional, mas sim estética.

– O conforto e o bem-estar devem ser os principais objetivos a serem atingidos. –

Pequeno jardim zen

Por outro lado, uma maneira de criar um espaço de descanso seria trazer a natureza para a varanda; mas como isso poderá ser feito? De uma maneira muito simples e eficaz.

Os jardins zen são pequenos recursos naturais artificiais que simulam um espaço da natureza com a finalidade de cumprir duas funções: decorar e ambientar. Ele pode ser colocado sobre uma mesa pequena. Dessa forma, não ocupará muito espaço.

Existe a possibilidade de ter um pequeno jardim com uma fonte que permita escutar o barulho da água quando ela cai em um pequeno lago. Esse som relaxa enormemente e gera um estado de bem-estar e atemporalidade.

Existem modelos diferentes, alguns sem água, com pedras, areia, etc., e eles podem ser conectados à energia para serem usados. Alguns também incluem luzes que facilitam o relaxamento e a desconexão absoluta.

Pequeno jardim zen

Outros recursos para a decoração

Se o que você quer é completar a varanda com outros elementos decorativos, estes podem ser variados, e você poderá trazer aqueles que realmente sejam da sua preferência. Alguns exemplos podem ser os seguintes:

  • Telhas decorativas: algumas podem ter designs de casas ou desenhos que reflitam uma representação pictórica.
  • Pratos: recurso típico das varandas, sendo pendurados nas paredes.
  • Esculturas: elas podem ser colocadas em um canto da varanda, mas também não se deve sobrecarregar com muitas obras.
  • Fotografias: tanto penduradas na parede quanto em porta-retratos colocados sobre uma mesa.

O objetivo principal é fazer da varanda um espaço de relaxamento, onde se perceba um ambiente descontraído e agradável, que nos estimule para que, ao chegar em casa, tenhamos um lugar para nos desconectarmos da realidade.