4 dicas para fazer um jardim suspenso

· 23 de dezembro de 2018
Por que você não cria o seu próprio jardim suspenso?

Se você gosta de jardinagem mas não tem espaço suficiente na sua casa, um jardim suspenso é a melhor opção. O jardim suspenso é ideal para dar personalidade e vida aos pequenos ambientes. Eles ocupam muito pouco espaço, são totalmente personalizáveis e você poderá adaptá-los ao tamanho que você quiser. Além disso, você mesmo poderá construí-lo de uma maneira muito simples e barata.

Assim, leia as dicas que mostraremos a seguir e aprenda a fazer o seu próprio jardim suspenso. Você vai se surpreender diante da simplicidade e do resultado tão vistoso que você conseguirá com o seu jardim.

Como é a área onde vou instalar o jardim suspenso?

A primeira coisa que vem à mente quando vamos construir um jardim suspenso são as plantas que pretendemos colocar nele. Mas, na verdade, este é o último passo e vai depender dos fatores que  explicaremos a seguir.

 

  • Orientação do jardim. A orientação do jardim é fundamental para saber que tipos de planta serão os mais adequados. Em primeiro lugar, você deve considerar se ele está voltado para o sul ou para o norte, já que o frio e o vento afetarão de maneiras diferentes dependendo da localização. Portanto, você precisará colocar plantas que sejam mais ou menos resistentes às intempéries.
  • Tamanho do jardim. Deve ser proporcional ao tamanho das plantas. Se ele for pequeno e o seu terraço estreito, você deve colocar plantas pequenas. Se optar por trepadeiras, lembre-se de podá-las de vez em quando.
  • Áreas de sol e de sombra. Verifique quais áreas do jardim vertical recebem sombra e quais recebem sol. Da mesma forma, é preciso saber se o sol bate durante a manhã ou à tarde.

Assim, como você pode ver, as plantas são o último passo e, antes dele, é preciso ter certeza sobre todos os fatores que listamos. Não compre as plantas até o último momento. Essa é a única forma de criar um jardim suspenso da melhor maneira possível.

Use elementos reciclados

Adoramos reciclar e dar uma segunda vida aos objetos sem uso que pareciam destinados a acabar no lixo. Em uma sociedade em que usar e jogar fora está na ordem do dia, propomos maneiras diferentes de reutilizar objetos que você certamente já tem em casa e que podem ser muito úteis para fazer o seu jardim suspenso.

 

  • Garrafas de plástico. Você poderá colocá-las tanto na vertical quanto na horizontal. Fazendo um furo pequeno e enchendo-as de terra, elas podem ter a função de vaso. Se forem transparentes, o resultado vai ficar muito original, já que vai ser possível ver as raízes à medida que a planta for crescendo. Outra opção é pintá-las com a ajuda de um spray.
  • Latas. Use latas de metal variadas como se fossem um vaso. Não se esqueça de fazer um furo no fundo para que, dessa forma, a água que sobra da irrigação possa escorrer. Para tornar o resultado mais atraente, recomendamos que você combine diferentes tamanhos de latas e coloque-as em diferentes alturas.

Escolha plantas com raízes superficiais

Outro aspecto que você deve considerar é que os jardins suspensos geralmente são de tamanho pequeno. Além disso, eles geralmente têm pouca profundidade e é por isso que nem todas as plantas são adequadas para esse tipo de jardim.

Em primeiro lugar, devem ser plantas que tenham raízes superficiais. O mais comum é que elas tenham no máximo um palmo de terra abaixo delas e, em alguns casos, menos de 10 centímetros. É por isso que se escolhermos plantas com raízes muito profundas, elas não se desenvolverão adequadamente e acabarão tendo doenças.

 

Sacos fixados na parede

Os sacos são uma das opções mais utilizadas para criar um jardim vertical. Trata-se de pequenas sacolas que ficam fixadas na parede. Elas aguentam peso o suficiente, por isso é possível enchê-las com terra para que passem a ter a função de vaso.

Se você gosta dessa ideia e quer concretizá-la, poderá usar sacos convencionais ou comprá-los especificamente para essa função. A nossa recomendação é que você os compre, pois dessa forma você terá sacos feitos especialmente para jardins suspensos. Eles são porosos para que as plantas se desenvolvam adequadamente e não acumule água em excesso.

Estes sacos estão disponíveis em diferentes tamanhos e cores, por isso, certamente algum deles se adaptará ao seu espaço.

Comece sempre verificando a orientação do seu jardim, o espaço disponível, para dessa forma, escolher as plantas mais apropriadas. Além disso, use elementos reciclados e sacos para dar um toque pessoal ao seu jardim. Use a sua imaginação e mãos à obra!