Plantas tropicais: cuidados e usos na decoração

· 19 de março de 2019
As plantas tropicais estão tendo uma presença cada vez maior nas casas. Cultivá-las é muito simples e você poderá fazê-lo tranquilamente.

As plantas desempenham um papel fundamental no mundo da decoração. A sua cor e aparência ajudam a gerar dinamismo e uma estética interessante, além de proporcionar frescor e oxigenação do ambiente. Por isso, use plantas tropicais; conheça os seus cuidados e usos na decoração.

Dentro deste grupo existem muitas espécies, mas desta vez nos concentraremos em algumas que podem dar um toque diferente e mais exótico à sua casa. No entanto, elas exigem cuidados e uma observação semanal.

O mais interessante sobre essas plantas é que elas fogem da regra. Geralmente, temos em casa as típicas espécies que são vendidas em lojas e viveiros de plantas; mas por que não inovar e introduzir outros tipos que darão um toque decorativo diferente ao espaço?

Dê um toque exótico à sua casa com plantas tropicais

Dê um toque exótico à sua casa com plantas tropicais

Não há dúvida de que a cor verde natural é um fator importante para uma casa. Embora moremos em uma cidade, as plantas fazem com que nos sintamos mais vivos e também favorecem uma atmosfera de relaxamento e bem-estar.

Evidentemente, as plantas tropicais não são comuns em ambientes frios, como a Europa, por exemplo. Na verdade, elas precisam de calor e umidade. Por isso, para que elas possam viver bem em interiores, uma série de condições devem ser atendidas.

É possível aproveitar as sementes das próprias frutas tropicais que estão nos supermercados. Elas podem ser semeadas para, dessa forma, obter plantas muito bonitas para a decoração.

– Para dar vida à sua casa, inclua recursos naturais. –

A seguir, apresentaremos algumas das espécies que podem ser apropriadas para termos em casa. É importante que saibamos de que cuidados elas precisam, para que sempre estejam verdes e frondosas.

Plantas tropicais: o abacate persea americana

O abacate persea americana

Uma delas é o abacate persea americana; trata-se de um fruto de origem mesoamericana amplamente utilizado atualmente para a alimentação em grande parte do mundo. Na Espanha, ele já é cultivado em regiões mais quentes, como a Andaluzia, por exemplo.

  • A semente obtida da fruta é grande e com uma forma esférica.
  • Coloca-se a semente em um vaso com terra, a cerca de 3 centímetros de profundidade. Após aproximadamente 15 ou 20 dias, ela pode germinar; certamente, é necessária uma rega abundante praticamente todos os dias.
  • Depois de um tempo, será possível ver que a planta está crescendo. Nesse momento, ela deve ser colocada em um canto da sala próximo à janela, onde ela possa receber luz natural.
  • É conveniente que ela esteja em ambientes internos no período do inverno, mas nas outras estações ela poderá ficar ao ar livre.

Plantas tropicais: o mamão papaia

O mamão papaia

A origem desta fruta é a América do Sul e Central. Ela é muito utilizada na gastronomia e tem um sabor bastante peculiar. Foi exportada para o mundo todo e é bastante comum encontrá-la à venda.

  • A primeira coisa a fazer é retirar as sementes de dentro da fruta. Elas devem ser lavadas e, em seguida, semeadas sob uma fina camada de terra.
  • O próximo passo será cobrir tudo com um saco plástico transparente.
  • Alguns dias depois ela germinará, sendo este o momento de colocá-la em um local ensolarado e com uma temperatura amena. Ela requer muita luz.
  • É necessário manter uma rega frequente. A umidade é essencial para que ela possa crescer corretamente.
  • Dessa forma, é possível obter uma pequena árvore que pode ser maior ou menor, dependendo do formato do vaso ou jardineira.

– Este tipo de planta tropical tem uma tonalidade verde muito intensa e atraente. –

A manga mangífera índica

A manga mangífera índica

Esta fruta também pode ser encontrada em supermercados. O seu sabor é bastante intenso e não tem paralelo com nenhuma fruta cultivada na Europa. É bastante comum consumi-la como sobremesa ou até mesmo para acompanhar as saladas.

  • Tem uma grande semente ovalada. É necessário removê-la de suas capas protetoras e embrulhá-la em papel toalha ou similar. Então, ela deve ser umedecida e deixada dessa forma por cerca de dez dias até a sua germinação.
  • Após este tempo, ela deve ser passada para um vaso ou jardineira com terra. Certamente, é necessário regá-la de vez em quando para manter a umidade.
  • Requer um clima quente e muita luz, principalmente para conseguir um bom crescimento.

Qualquer planta tropical exigirá principalmente água e luz. Não devemos nos esquecer de que a estamos introduzindo em um ambiente que não é o dela; portanto, é importante fazer uma manutenção contínua.

Bärtels, Andreas: Plantas tropicales: ornamentales y útiles, Omega, 2005.