Os designs de interiores de Kelly Wearstler

18 de fevereiro de 2020
A famosa designer Kelly Wearstler se estabeleceu entre os melhores designers de interiores do mundo; qual é o seu segredo?

Falar sobre os designs de interiores de Kelly Wearstler é o mesmo que falar sobre modernidade, harmonia e sintonia decorativa. Esta jovem designer se consagrou entre os grandes designers de interiores do cenário internacional atualmente.

Em suas criações, podemos encontrar todos os tipos de composições. De fato, ela não possui uma especialização específica, mas trabalha em qualquer espaço interior aplicando princípios de bem-estar e racionalidade. Cada recurso está localizado de uma maneira específica, cumprindo assim uma determinada função.

O que mais podemos destacar dessa designer é a correta combinação cromática que pode ser estabelecida a partir de diferentes  cores.

Não importa se são tons pastéis ou neutros, todos podem manter uma coerência, desde que sejam aplicados corretamente nos recursos apropriados.

Conhecendo Kelly Wearstler

Os designs de interiores de Kelly Wearstler

Kelly Wearstler / kellywearstler.com

Nascida em 1967 na Carolina do Sul (EUA), esta designer de interiores tem uma longa carreira trabalhando na área de decoração e design. Ela chegou a assumir certos riscos em algumas de suas produções. De fato, ela brinca com o equilíbrio e as tensões entre os elementos. 

Sem dúvida, ela se destacou pela mistura de estilos e recursos; em outras palavras, ela é capaz de unir materiais, épocas, estampas, formatos, escalas, etc.

Portanto, poderíamos dizer que há uma certa ousadia em mais de uma das suas combinações, porém sempre estabelecendo uma boa relação com o todo.

Não há falta de harmonia nos espaços em nenhum momento. As suas produções são obras de arte, basicamente porque ela faz um processo de estudo, criação e imaginação que se reflete na disposição dos recursos. Ela sempre tenta promover o diálogo na decoração.

Dê uma olhada nos designs de Kelly e assim você entenderá que os seus trabalhos são verdadeiros desafios para a decoração.

Sentimento de rotundidade nos designs de Kelly Wearstler

Os designs de interiores de Kelly Wearstler

Materiais / architecturaldigest.com

Os designs de Kelly mostram uma ligação direta entre os próprios recursos que compõem o espaço, mostrando uma certa sobrecarga generalizada, não apenas baseada em móveis e objetos, mas também através das próprias cores. No entanto, sempre mantendo os parâmetros de ordem e estabilidade.

  • O principal componente de suas obras é a rotundidade. Conforme já dissemos, todos os componentes da decoração têm uma função estética e tentam dialogar entre si. É como uma ‘dança’ de recursos decorativos, onde cada um tem características próprias.
  • Os materiais geralmente são diversos, tanto nas paredes quanto nos próprios móveis. É oferecida uma clara distinção generalizada, mas ao mesmo tempo, unida pela disposição concordante. A ideia é estabelecer contrastes, inclusive entre os materiais. Assim, em um mesmo lugar, é possível encontrar o mármore, pedra, madeira, gesso, couro etc.
  • Com rotundidade, não estamos nos referindo à saturação ou aglomeração de recursos. No fundo, estamos falando de plenitude e totalidade. Trata-se de integrar tudo o que for possível para que, onde quer que você olhe, qualquer canto seja uma novidade.
  • A originalidade é evidente. As suas obras são o oposto da austeridade minimalista, mas também é verdade que ela usa designs desse estilo para moldar os seus interiores. Poderíamos definir os seus trabalhos como um ecletismo de vanguarda.

Como a cor é trabalhada?

Os designs de interiores de Kelly Wearstler

Cores no espaço / bocadolobo.com

Simplicidade não é o seu ponto forte. Na verdade, ela transforma os interiores em telas onde possa aplicar diferentes cores que tentam se relacionar e harmonizar de maneira racional. Apesar da individualidade de alguns elementos, há um contraste e uma diferenciação explícita.

Ela geralmente aplica uma cor de maior destaque que é ressaltada e outras cores secundárias que a acompanham. Por exemplo, um tom como o salmão ou o bege pode aparecer diretamente em pontos específicos para que fiquem em destaque, enquanto outros tons neutros e brancos são distribuídos em outros lugares.

Por sua vez, ela geralmente usa estampas em algum recurso específico, como tapetes, assentos ou almofadas. Esta é uma maneira de dinamizar e tornar o espaço mais agradável, para que não haja uma monotonia cromática predominante.

Kelly Wearstler e o seu interesse pelos tons pastéis

Harmonia na decoração

Tons pastel / elledecor.com

De qualquer forma, é possível perceber como ela recorre aos tons pastéis, talvez por causa da sua vontade de destacar uma parte específica do espaço ou, simplesmente, por um gosto pessoal.

É importante saber que Kelly Wearstler trata os interiores como se fossem grandes campos cromáticos, onde o diálogo e a harmonia de toda a decoração prevalecem.

  • Wearstler, Kelly: Kelly Wearstler: evocative style, Rizzoli International Publications, 2019.