3 tipos de alarmes para garantir a segurança da sua casa

· 28 de outubro de 2018
A sua casa está bem protegida? Os alarmes são essenciais para vivermos tranquilos.

Você conhece os diferentes tipos de alarmes? A sua casa está bem protegida? Neste artigo mostraremos 3 tipos de alarmes para que você possa escolher um sistema completo que garanta a segurança da sua casa.

Os alarmes são essenciais para vivermos tranquilos. Continue lendo e descubra todas as vantagens de ter um sistema de alarme instalado em sua casa.

Vantagens de ter um alarme em casa

Nos últimos anos, os alarmes se tornaram populares e são uma característica básica na maioria dos lares. Isso acontece porque eles oferecem muitas vantagens e um preço cada vez mais competitivo. Se você ainda está em dúvida sobre instalar ou não um sistema de segurança desse tipo em sua casa, aqui estão várias razões:

  • Tranquilidade: ter um alarme instalado proporciona tranquilidade tanto no dia a dia como quando você sai e a casa fica vazia. Saber que tudo continuará igual quando você voltar para sua casa, fará com que você viva mais calmo e com menos preocupações.
  • Segurança: especialmente para aquelas pessoas que têm filhos ou objetos de valor em casa. A instalação de um dispositivo de segurança garantirá que a sua família e seus bens estejam seguros.

Em relação às desvantagens, a principal delas é o preço da instalação, bem como a manutenção dos alarmes. A nossa recomendação é que você use um dos muitos sites de pesquisas disponíveis na internet. Depois de responder a várias perguntas sobre a sua casa e o sistema de segurança que você deseja instalar, você receberá várias ofertas e poderá escolher a mais competitiva.

De qualquer forma, deve-se destacar que nos últimos anos os alarmes baixaram de preço e agora você poderá comprar sistemas de segurança completos por um preço bastante acessível.

Como funciona um alarme?

Um alarme consiste principalmente de 4 elementos. Todos eles formam um sistema de segurança que garante que a casa esteja protegida contra qualquer tipo de roubo.

  1. Caixa de controle. Pode-se dizer que a caixa de controle é o cérebro de toda a instalação. Nela estão conectados todos os dispositivos que explicaremos a seguir.
  2. Teclado. Dispositivo que o usuário manipula ao entrar e sair da casa para ativar ou desativar o alarme. É importante sempre adquirir a rotina de digitar o código de segurança, caso contrário o alarme não será efetivo e estaremos desperdiçando o dinheiro. Geralmente é instalado no hall de entrada.
  3. Alarme ou sirene. É a parte mais conhecida dos alarmes. É uma sirene que emite ruído quando detecta um roubo. É a forma pela qual o dispositivo de segurança avisa que algo estranho está acontecendo na casa.
  4. Detector. Eles podem ser de diferentes tipos, conforme explicado a seguir. Eles ficam espalhados pela casa e através de diferentes métodos são capazes de detectar qualquer movimento estranho.

Tipos de alarmes

Agora que você sabe como funciona um alarme, vamos mostrar os diferentes tipos de detectores que devem estar presentes em casa para garantir o mais alto nível de segurança possível.

1. Câmeras de vigilância de vídeo

São um dos detectores mais eficazes e podem ser instalados em qualquer parte da casa, tanto no exterior como no interior. Gravam tudo o que acontece e o armazenam para que possam consultar as imagens mais tarde em caso de roubo.

tipos de alarmes
Além disso, alguns modelos permitem uma conexão com o celular. Assim, o usuário poderá ver em tempo real o que está acontecendo na sua casa.

2. Detectores de movimento

São básicos em qualquer instalação de segurança. Eles são econômicos, fáceis de instalar e também são muito eficazes. São instalados em pontos estratégicos da casa e quando detectam qualquer movimento suspeito, enviam um sinal.

Para uma maior segurança, é aconselhável instalar um detector de movimento em cada cômodo ou, pelo menos, nos mais movimentados, como a cozinha, sala de estar ou hall de entrada.

3. Detectores de som

Assim como os detectores de movimento, eles são instalados com muita facilidade. São colocados próximos das portas e janelas para que reajam diante de uma quebra de vidro ou outro tipo de golpe para forçar os sistemas de acesso. Em seguida, enviam o sinal para a caixa de controle e notificam a central para evitar o roubo.

A melhor opção para criar um sistema de segurança efetivo é combinar os diferentes tipos de detectores. Isso garantirá que a casa esteja protegida contra qualquer movimento, ruído ou qualquer outro comportamento estranho.