7 regras de uma boa decoração

18 de agosto de 2019
Podemos dizer que existem certas regras no que se refere a decoração. Colocá-las em prática nos ajudará a tornar cada ambiente único e especial.

Não é necessário ser um profissional de interiorismo para desfrutar de uma boa decoração em casa. É apenas uma questão de aprender uma série de truques ou regras básicas.

No artigo a seguir daremos algumas dicas essenciais para decorar a sua casa ou apenas um ambiente. Você ficará surpreso com tudo o que poderá conseguir com apenas alguns toques especiais.

As regras de ouro na decoração

Podem ser chamados de mandamentos da decoração ou como você preferir, mas a verdade é que com esses truques ou regras você poderá ter a casa que sempre sonhou. Sem gastar muito dinheiro e fazendo uso de suas habilidades artísticas ou manuais você desfrutará de uma casa que parecerá algo saído de uma revista de decoração.

1. Defina o uso de cada ambiente

As regras de ouro na decoração

Pode parecer um pouco óbvio em determinados ambientes, como a cozinha ou o banheiro, mas não tanto quando dispomos de lugares amplos ou de muitos quartos. Determine qual será a função de cada espaço antes de decorar ou remodelar.

Preste atenção ao estilo de vida, às atividades e aos hábitos, costumes, horários, dos moradores da casa. Pense quais áreas podem ser combinadas e coloque os móveis necessários. Dessa forma, você evitará utilizar o quarto de hóspedes como closet ou guardar utensílios de jardinagem no banheiro.

2. Mantenha os detalhes arquitetônicos

Para uma boa decoração, mantenha os detalhes arquitetônicos

Se nos mudamos para uma casa nova, talvez queiramos remover tudo aquilo de que não gostamos ou que achamos que está sobrando. Mas, às vezes, isso pode dar errado. Em vez disso, uma regra de decoração se baseia em aproveitar o que temos e remodelá-lo, mas nunca o eliminar.

Por exemplo, se no cômodo houverem vigas aparentes, pinte-as da cor que você mais gosta e elas não parecerão rústicas. Ou você pode, inclusive, cobri-las com placas brancas.

3. Luz e mais luz na decoração

Lembre-se de que as janelas devem fornecer luz natural mesmo em dias nublados ou chuvosos

Embora você acredite que as janelas são grandes, nunca serão o suficiente. Lembre-se de que devem fornecer luz natural mesmo em dias nublados ou chuvosos.

Quanto à luz artificial, não é bom abusar das luminárias (a menos que queiramos que a sala pareça uma sala de cirurgia), mas que cada ambiente esteja bem iluminado. Tente alcançar um equilíbrio entre luz natural e luz artificial, escolhendo cores claras para as paredes, para as cortinas e para os acessórios de decoração.

4. Decore um ambiente de cada vez

Imagine primeiro como você gostaria que a sala ficasse e, quando terminar de decorá-la, passe para a sala, para a cozinha ou para o jardim

Imagine primeiro como você gostaria que a sala ficasse e, quando terminar de decorá-la, passe para o quarto, para a cozinha ou para o jardim. Dessa forma, você poderá dar toda a atenção que o ambiente precisa.

Recomendamos que você comece pelo ambiente onde passa mais tempo ou que deseja que se torne o protagonista da casa. Faça uma lista de prioridades para que seu foco e energia estejam nos cômodos com maior presença ou de dimensões maiores.

5. Busque inspiração

Reserve algumas horas por semana para visualizar o que gostaria de ter em casa

Não é necessário que você passe o dia todo lendo revistas de decoração ou vendo imagens na internet, mas que reserve algumas horas por semana para visualizar o que gostaria de ter em casa.

Você pode encontrar ideias muito boas e adaptá-las ao seu gosto ou orçamento. A sua própria versão surgirá como resultado de ver vários designs e de extrair o que você mais gosta de cada um deles. Além disso, é uma atividade muito divertida!

6. Os detalhes importam

A beleza está em tudo aquilo que podemos adicionar ao ambiente para torná-lo 100% nosso

Um ditado bem conhecido diz: “o diabo mora nos detalhes”. No entanto, os arquitetos e designers deram uma nova versão: “God is in the details” (Deus está nos detalhes). Eles querem mostrar que a beleza está em tudo aquilo que podemos adicionar ao ambiente para torná-lo 100% nosso.

E claro, porque esses acessórios que nos representam e nos encantam fazem de um lugar ‘o nosso lugar’. Sem esses detalhes poderia ser a residência de qualquer outra pessoa. E no mundo da decoração, isso é imperdoável.

7. Encontre o equilíbrio na decoração

Encontrar a harmonia é outra das regras de ouro da decoração

Encontrar a harmonia é outra das regras de ouro da decoração. Você poderá encontrá-la de diferentes maneiras, por exemplo, através da simetria nos móveis ou nos quadros, mas também escolhendo um ponto focal que se torne o protagonista de cada ambiente.

Além disso, para ser um especialista em decoração, recomendamos que você preste atenção às texturas e cores que escolher. Por exemplo, os tons frios são bons em áreas costeiras quentes, e os tons vivos são preferíveis para os quartos.