Design de interiores com nome próprio: Sophie Paterson

· 25 de maio de 2019
Quando um designer de interiores começa a ser reconhecido por um estilo decorativo em particular, é porque ele estabeleceu o seu lugar como designer entre os grandes. Esse é o caso da designer que apresentaremos hoje: Sophie Paterson.

Nesta seção de design de interiores com nome próprio, a cada semana trazemos um ‘artista da decoração’ diferente. Nesta semana, apresentaremos outra jovem promessa que, com dez anos de carreira no design de interiores, já se estabeleceu como uma das melhores designers britânicas: Sophie Paterson.

No design de interiores, sabemos que, quando um designer começa a se tornar sinônimo de um determinado estilo, é porque ele amadureceu e começou a ser replicado internacionalmente, se tornando um dos grandes. Sem dúvida, este é o caso de Sophie.

A estética de Sophie Paterson evoluiu do clássico contemporâneo para o estilo rústico luxuoso. Este estilo se tornou muito procurado atualmente e leva o seu nome.

A inspiração de Sophie Paterson

A inspiração de Sophie Paterson

Interiores / sophiepatersoninteriors.com

Desde a abertura de seu estúdio de design de interiores em 2008, Paterson vem experimentando uma mistura de estilos contemporâneos e chiques. Pouco tempo depois, ela começou a integrar elementos mais rústicos nos seus projetos, mas sem abandonar o luxo nas composições.

Isso passa pelo uso de acessórios e elementos decorativos de estilo rústico, porém transformados. Portanto, não se trata apenas de integrar peças campestres em uma decoração sofisticada. Os toques rústicos de Sophie Paterson são caracterizados principalmente pela mudança de cor.

Dessa forma, podemos encontrar grandes cestas de vime rústicas tingidas de cinza nas suas composições elegantes. Paterson encontra grande parte de sua inspiração na zona rural britânica, que ela incorpora nos seus projetos urbanos e sofisticados de forma magistral.

Como é a elegância rústica de Sophie Paterson?

A elegância rústica de Sophie Paterson

Quarto infantil / pinterest.es

Este estilo requer um equilíbrio perfeito entre os elementos rústicos e toques do mais ousado luxo. Esta designer obtém, desta forma, espaços relaxados e sofisticados com um visual fresco e atemporal.

O seu amor pelas antiguidades é outro dos segredos desse estilo que se tornou a sua marca. Sophie Paterson já confessou a sua paixão pelas peças antigas de coleção, que ela passa muito tempo procurando.

Outra chave para o seu estilo é a extraordinária combinação de cores, materiais e acabamentos que acabaram sendo o guia de estilo desta estética de design de interiores. Além disso, Sophie Paterson decididamente foge dos tecidos muito brilhantes e, em particular, dos tecidos sintéticos que diminuem a credibilidade do estilo rústico mais natural.

Cores e materiais

Cores e materiais

Cores e materiais / amara.com

As cores que identificam esta jovem designer são os tons de cinza, azul, creme e bege, bem como todos os taupes (marrom-acinzentado). Estas são as cores que Paterson usa como base. Mas ela as combina perfeitamente com toques de cores mais intensas como dourado, amarelo, verde, vermelho e roxo. Estas cores são adicionadas às composições de uma forma muito natural e sem chamar demais a atenção.

Os materiais e acabamentos de Sophie Paterson são muito naturais. Materiais rústicos, como a madeira, vime cinza, couro, linho, tapetes de lã e sisal são justapostos com acabamentos muito mais luxuosos, como por exemplo, a seda, madeiras de alto brilho, veludo e cashmere.

Móveis e acessórios

Móveis e acessórios

Móveis/humphreymunson.co.uk

Os móveis dos designs de Sophie Paterson são peças escolhidas a partir dos designs mais clássicos e antigos. Os seus sofás com capas soltas em linho e os móveis com acabamento rústico são característicos.

Eles são misturados com peças muito mais modernas, como espelhos, acessórios de imitação de couro, obras de arte sofisticadas e acessórios elegantes, que garantirão a estética luxuosa que se deseja.

O toque especial desta designer consegue um equilíbrio perfeito entre os dois mundos. A chave para a escolha dos elementos rústicos consiste em não escolher itens muito alaranjados ou amarelos. Assim, elementos naturais, como o sisal e vime, devem ser exibidos em tons de cinza ou marrom.

Saiba quando é apropriado

Saber quando e onde este estilo rústico de luxo é apropriado ou não

Sala / giovannaaverillinteriors.com

O conselho sábio que esta mestra do design de interiores nos dá é saber quando e onde este estilo rústico de luxo é apropriado ou não. Nas cozinhas e nos banheiros, este estilo sempre faz sucesso. Por sua vez, em cômodos grandes, como a sala de estar, por exemplo, o luxo deve prevalecer sobre o rústico, assim como nos quartos.

Ela explica que a estética luxuosa é alcançada com peças importantes que são combinadas com outras mais discretas. Os elegantes elementos rústicos são adicionados com a finalidade de dar um toque mais informal e acolhedor aos espaços.