Móveis de papelão: criativos e ecologicamente corretos

· 27 de julho de 2018

Embora pareça um material frágil e que suporta pouco peso, ficaremos surpresos quando soubermos das características e diferentes usos dos móveis de papelão.

O mobiliário de papelão surgiu no mundo do design e da decoração como uma alternativa aos materiais clássicos (madeira e/ou metal).

Configura-se como uma alternativa respeitosa ao meio ambiente. A sustentabilidade é algo que nos preocupa muito nos últimos anos.

Cada vez mais surgem novas ideias sobre como ter um impacto mais positivo sobre o meio ambiente e como consumir de forma responsável.

O mobiliário de papelão reúne três valores que, atualmente, são muito importantes no mundo em que vivemos: inovação, sustentabilidade e reciclagem.

No artigo de hoje, vamos conhecer um pouco mais sobre essa tendência que tem cada vez mais seguidores.

Como surgiu o mobiliário de papelão?

O mobiliário de papelão não é um conceito novo, surgiu há muitos anos, especificamente nos anos 60.

Em 1963, a cadeira infantil Spotty foi projetada por Peter Murdock. Esta cadeira alcançou muito sucesso nos países anglo-saxões.

móveis de papelão
Cadeira infantil Spotty / tiovivocreativo.com

Posteriormente, outros designers, como Peter Raacke e Frank Ghery, também lançaram a sua própria linha de mobiliário de papelão.

Mas, não foi até o começo deste século que os móveis de papelão começaram a ficar conhecidos e funcionais. Este tipo de mobiliário começou a ser conhecido precisamente com o home staging .

O home staging utilizava móveis de papelão para decorar apartamentos ou casas que seriam vendidas, com o intuito de dar uma ideia clara sobre as dimensões e distribuição do espaço.

Considerando esse conceito, surge a tendência de mobiliar as casas com móveis de papelão.

Os países onde podemos ver essa tendência em todo o seu esplendor são: Itália, França, Estados Unidos e Alemanha.

Na Espanha, as empresas dedicadas à sua fabricação são cada vez mais frequentes, no entanto, ainda não é uma tendência seguida por muitas pessoas.

Características do mobiliário de papelão

Ao contrário do que possa parecer, o mobiliário de papelão é muito resistente.

Isto porque o papelão utilizado na confecção dos móveis é do tipo ninho de abelha, ondulado ou compacto.

Este papelão pode ser ainda mais resistente que um conglomerado de madeira. Pode suportar até 150 kg.

Evidentemente, é um mobiliário muito leve em comparação com os móveis de madeira ou metal. Isso permite transportá-lo com muita facilidade.

Se a mobília de papelão for devidamente cuidada (não a expondo à umidade) pode durar cerca de 10 anos.

Além disso, se trata de um material reciclável, assim, estaremos contribuindo para o cuidado com o meio ambiente.

O fator econômico também influencia na escolha de um mobiliário deste material, pois é muito mais barato que o mobiliário convencional.

móveis de papelão
Mobiliário de papelão / ideatumismo.com

Vantagens

As vantagens de incluir este tipo de móvel na nossa casa são basicamente as seguintes:

  • É funcional: um mesmo objeto pode ser usado para outras funções.
  • Fácil de transportar: por ser leve, é muito fácil levá-lo de um lugar para outro.
  • Fácil de montar: não são necessárias ferramentas especiais, na verdade, você não precisa de nenhuma. É montado e desmontado simplesmente encaixando as peças.
  • Reciclável: quando se deteriora, basta descartá-lo em um coletor de papelão para lhe dar outra função.
  • Personalizável: devido à sua superfície, pode ser pintado e personalizado. Obviamente, também há móveis que já vem com sua cor e/ou estamparia, mas há sempre a opção de fazê-los como quisermos.

Desvantagens

Atualmente, existem poucas empresas dedicadas à fabricação de móveis de papelão, portanto, o preço das peças pode ser um pouco elevado.

No entanto, existem modelos na Internet que você pode baixar para fazê-los você mesmo.

Outra desvantagem é que é um mobiliário de interior.

Como pode ser danificado rapidamente pela umidade, não pode ser colocado na cozinha, nos banheiros ou em exteriores.

Tipos de móveis de papelão

Existem basicamente dois tipos:

  • Móveis dobráveis: estes aparecem e desaparecem apenas dobrando uma parte deles.
  • Modular: são móveis que podem ser combinados com outros para dar origem a um móvel maior ou com outras formas.

Considerando esses tipos, podemos encontrar uma enorme variedade de mobiliário de papelão, como por exemplo: luminárias, cadeiras, mesas de jantar, prateleiras, casinhas para o jardim ou camas.

móveis de papelão
Estantes de papelão / gesbogar.es

Quem os usa mais?

Como mencionamos anteriormente, ainda não é uma tendência seguida por muitos.

No entanto, o mobiliário de papelão ganha cada vez mais seguidores entre os jovens estudantes que vivem fora da sua cidade natal.

Em muitos casos, os apartamentos são alugados sem móveis. O mobiliário de papelão é uma opção barata, simples, funcional e ecológica para a decoração de um apartamento.

Por outro lado, os apartamentos onde vivem idosos, utilizam cada vez mais este tipo de móvel. A razão é que, por serem leves, evitam qualquer impacto forte.

Outro setor que continua utilizando o mobiliário de papelão é o imobiliário.

Conclusão

Em geral, os móveis de papelão podem ser uma boa opção ou uma boa alternativa para determinadas situações.

No entanto, por ser um material que não resiste à umidade e que pode ser inflamável (se não for combinado com outros materiais à prova de fogo), recomenda-se não ter todo o mobiliário de papelão.

Uma ou outra peça de papelão na decoração da casa proporcionará funcionalidade, inovação e, além disso, estaremos contribuindo com o cuidado do meio ambiente.