Dicas para escolher as bancadas de cozinha

· 16 de julho de 2018
Embora possa não parecer, escolher bancadas de cozinha é complicado. Felizmente, existem muitos modelos disponíveis no mercado.

Quando estamos construindo ou reformando, precisamos escolher entre centenas de bancadas de cozinha. É preciso ter cuidado com o estilo, material e design, para que ela não fique muito diferente do restante da cozinha.

Além disso, ela deve ser o mais resistente possível, para ter uma vida útil mais longa. É algo que será usado absolutamente todos os dias do ano, de uma maneira ou de outra.

Obviamente, nem todos utilizam as bancadas da mesma forma, por isso é importante que você pense no que você precisa. Por outro lado, não se esqueça da “grande ajuda” que as crianças proporcionam nas cozinhas. É melhor que a bancada seja resistente a pancadas, arranhões e manchas, como aquelas deixadas por dedinhos sujos ou pegajosos.

Além disso, não podemos deixar de fora o seu design, uma vez que ele deve combinar com o restante da mobília da cozinha. No entanto, tenha em mente que, após alguns anos de uso, a aparência não será a mesma.

As bancadas de cozinha são, sem dúvida, essenciais em qualquer casa, independentemente do espaço disponível nessa área da casa. É por isso que você deve lhes dar a importância que elas realmente têm. Você deve levar em conta o material, o design, sua espessura, o tipo de borda ou saliência…

O que uma boa bancada deve ter ?

Em primeiro lugar, ela deve se adaptar ao espaço disponível na cozinha. Dessa forma, não irá roubar o protagonismo dos outros móveis do espaço. Relacionado a isso está a altura. Vamos usar a bancada todos os dias, portanto, ela deve ter uma altura que facilite a realização de todas as tarefas. O ideal seria ter um tipo de bancada para cada atividade. Obviamente, isto é impossível, então é preciso optar por uma altura média.

A altura da bancada deve ser mais ou menos universal, cerca de 80-90 cm aproximadamente.

Por outro lado, você deve levar em conta se prefere que ela seja bonita ou que seja fácil de limpar. Dependendo disso, você pode optar por um design que dissimule as manchas. Se não, você terá que limpá-la todos os dias, algo que às vezes não é possível. Isso depende um pouco do modo que cada um tem de se organizar, da constância.

Outra característica é a resistência. Queremos enfatizar a ideia de que ela é algo que você, sem dúvida, usará todos os dias. Por isso, pode se desgastar rapidamente. Não as usamos apenas na hora de cozinhar, é o local onde deixamos os pratos, as sacolas de compras quando chegamos da rua… São estruturas que suportam muito estresse. Por isso, não devemos deixar sua resistência em segundo plano.

Não é a mesma coisa se a casa em questão for definitiva ou temporária. No caso de ser a definitiva, recomendamos gastar um pouco mais para ter uma bancada de melhor qualidade e, portanto, mais resistente e durável.

características e tipos de bancadas de cozinha

 

Características dos principais materiais para bancadas de cozinha

Com relação aos tipos de materiais disponíveis, podemos dizer que existe uma grande variedade. A seguir, explicaremos resumidamente as características dos principais materiais que você encontrará no mercado.

  • Laminadas: consistem em uma lâmina feita de um material plástico sobre uma base de material sintético. São as que têm a melhor relação entre qualidade e preço. O único problema é que podem aparecer pequenas umidades com o passar do tempo.
  • Quartzo: são muito fáceis de limpar, algo que nunca é demais. Apresentada de forma compacta, tem muita solidez. No entanto, elas não resistem a altas temperaturas, então você deve ter cuidado com os recipientes que acabaram de ser retirados do fogão ou do forno.
bancadas de cozinha brancas

 

  • Granito: destaca-se pela sua solidez e longa vida útil. Pode-se dizer que os tons cinza ou preto são os mais usados nas estruturas feitas com esse material.
  • Mármore: sem dúvida, este material proporciona um toque elegante ao mesmo tempo em que é simples. Embora possa ter diferentes acabamentos, o mais comum é o branco. Além disso, é um material poroso, portanto a maioria das manchas será absorvida.
  • Aço: visto especialmente em cozinhas inspiradas nas cozinhas industriais. O aço inoxidável é visto com frequência em cozinhas profissionais. O problema é que as marcas de impressões digitais são vistas facilmente. Por outro lado, um ponto a favor, é que ele tem uma vida útil longa.
  • Madeira: ideal para cozinhas rústicas, com tendência naturalista ou mesmo o estilo nórdico. É um material simples de se manter, porém fácil de ser atacado por agentes como a umidade. Claro, de vez em quando é aconselhável escovar, lixar e envernizar, para mantê-la em bom estado.
bancadas de cozinha de madeira

 

  • Azulejos: a melhor coisa deste material é a grande variedade disponível. Os desenhos são tantos que, sem dúvida, você encontrará um que combine com o seu gosto e com o estilo do restante da cozinha.

Conclusão

Como você pode ver, escolher as bancadas de cozinha envolve mais do que você poderia imaginar a princípio. Acreditamos que a resistência é o aspecto mais importante. Portanto, talvez seja melhor prestar mais atenção a isso do que ao acabamento e ao design.

Além disso, a variedade de materiais disponíveis é bastante ampla. Você só tem que pesar os prós e contras de cada um, levando em conta que tipo de atividades ou tarefas você fará na sua cozinha.

Portanto, esperamos que essas ideias e dicas tenham sido úteis para você na hora de construir ou reformar a sua cozinha.