O meu quarto tem uma decoração brega?

16 de novembro de 2019
É possível que você esteja morando em uma casa onde a decoração do quarto é brega. Mude completamente e escolha um estilo que se adapte à sua personalidade.

Este artigo de hoje é para descontrair um pouco. Afinal, cada um tem a liberdade de decorar a sua casa da forma que achar mais interessante. No entanto, é possível que você tenha pensado que a sua casa está na última moda, que conseguiu criar um quarto elegante e formal, mas com o passar do tempo, começa achar que ele é cafona e comum. Então, como fazer para que o seu quarto não tenha uma decoração brega? Neste artigo, lhe daremos algumas sugestões.

Muitas pessoas procuram designers de interiores para decorar a casa. Dessa forma, se consegue um bom resultado. No entanto, nem todos podem pagar um decorador especializado e com formação nesta área.

Assim, não há outro remédio senão decorar a casa sozinho. O resultado pode ser igualmente bom, mas é necessário ter certas noções para não cair em banalidades ou erros.

Uma decoração brega

Existem inúmeros erros nas casas que geram falta de harmonia e descompensação dos recursos utilizados, sem chegar a um diálogo adequado entre a decoração.

Isto é o que acontece quando se tem um quarto brega. Acredita-se que os móveis estão bem distribuídos, que as cores são adequadas e que os materiais escolhidos são os melhores, porém, na verdade, há uma clara dicotomia entre os recursos decorativos.

Por que esse problema acontece? Pela falta de experiência no mundo do design de interiores, porque é necessário se informar e ver outros quartos na internet, em revistas e em lojas para, dessa forma, conseguir inspiração. Isso ocorre também devido à falta de estética.

– Não faça da sua casa um lugar brega e acerte na decoração. –

Como saber se o quarto tem uma decoração brega

Existem certas características que mostram que um quarto é brega. Para ter certeza disso, é necessário verificar diferentes aspectos da organização, das cores, dos designs, dos formatos, etc.

Decoração brega

  • As cores destoam. Há ocasiões em que cores que não combinam são utilizadas, ou se abusa demais de uma única cor, como o amarelo, por exemplo, ou ainda simplesmente se juntam muitas cores, uma mais intensa que a outra.
  • Móveis desproporcionais: não se ajustam corretamente ao local e, dessa forma, há um descompasso da forma e do conjunto.
  • Design aparentemente fora de moda ou que não se encaixa bem com as cores ou o lugar. Por exemplo, móveis clássicos não devem ser usados com paredes cor-de-rosa.
  • Abusar de motivos temáticos: caso sejam utilizadas estampas ou desenhos pictóricos nas paredes ou através de quadros, é melhor não abusar. Por exemplo, não encher uma parede apenas com corações, pois isso poderia ser excessivo.

Passos para alcançar uma harmonia no quarto

Para não cair em uma decoração comum e brega, é necessário levar em conta uma série de passos antes de fazer a decoração. Somente dessa forma a harmonia do todo será alcançada.

  • Não sobrecarregue o espaço: não é necessário sobrecarregar os recursos decorativos pelo quarto. Dessa forma, só se consegue uma tensão interna e falta de diálogo.
  • Escolha a decoração de uma forma sensata: se você quiser aplicar um tema ao local, onde as cores e as formas desempenhem um papel fundamental, é preferível escolher apenas os elementos que possam contribuir de alguma forma para o quarto.
  • A importância da cor: certamente, que não exista um grande número de cores, que tenham sido distribuídas de forma irracional. Tanto a decoração quanto a cor das paredes devem estar em sintonia.
  • A cama: sem dúvida, este móvel tem o maior protagonismo do espaço. Portanto, o tamanho da cama deve se encaixar bem no quarto e não deve ser desproporcional. Além disso, a colcha deve combinar com o restante dos recursos do ambiente.

Procure por um único estilo

 Decoração brega

Basicamente, o que falta no quarto é aplicar um único estilo, ao invés de vários, pois assim o conteúdo do espaço é unificado de uma maneira simples e eficiente.

Por isso, tente encontrar um estilo que você goste, que se adapte bem à sua personalidade. Assim, caso você queira alterar algo, isso não será muito difícil. No fundo, é preciso simplificar e guiar a decoração em uma única direção.

Finalmente, a escolha dos móveis e das cores das paredes serão os principais pontos sobre os quais trabalhar a decoração. É a partir daí que se configura o estilo que define a sua casa e a sua pessoa.

–É necessário ter estilo e saber o que fazer com a decoração da sua casa.-

 

Lava Oliva, Rocío: Interiorismo, Vértice, 2008.