Charles e Ray Eames, design em casal

26 de fevereiro de 2020
Os Eames criaram e produziram móveis e brinquedos com detalhes sutis e inovadores, e sempre estiveram na vanguarda do design.

Charles e Ray Eames formavam um casal que assinou um grande número de móveis e objetos icônicos criados no século XX. Eles eram designers americanos que tiveram uma grande capacidade criativa, com contribuições significativas para o desenvolvimento do design e da arquitetura moderna. Além da arquitetura, eles também fizeram incursões no design de móveis, brinquedos e até mesmo no cinema. 

Charles Eames

Charles e Ray Eames, design em casal

Charles Ormond Eames nasceu em 1907. Ele estudou arquitetura na Universidade Washington de St. Louis durante um breve período, de 1925 a 1928. Muitos afirmam que ele foi expulso pela sua defesa ferrenha dos arquitetos modernos e de Frank Lloyd Wright.

Após essa fase, por volta de 1929, ele viajou para a Europa, período no qual teve grande contato com o trabalho de arquitetos do movimento moderno, como Le Corbusier, Mies van der Rohe ou Walter Gropius.

Ao retornar da Europa, em 1930 ele abriu um escritório de arquitetura em St. Louis, ao lado de Charles Gray e Walter Pauley. Infelizmente, em 1934, teve que ser fechado devido à falta de clientes. 

Em 1935, ele abriu outro escritório de arquitetura, desta vez juntamente com Robert Walsh, com a casa Meyer em Huntleigh Village surgindo como resultado dessa união. Charles teve uma grande influência do arquiteto finlandês Eliel Saarinen e de seu filho Eero, com quem ele realizou alguns projetos.

Juntamente com Eero Saarinen, projetou móveis para a exposição ‘Design orgânico na decoração da casa’, do MoMA de Nova York, onde foram premiados.

Os seus móveis usavam e aprimoravam a técnica de moldagem de madeira originalmente concebida por Alvar Aalto. Foi Eliel Saarinen quem concedeu a Charles uma bolsa para estudar design na Cranbrook Academy of Art, onde ele se tornaria professor em 1939.

Um ano depois, em 1940, ele foi nomeado chefe do departamento de design industrial da Cranbrook Academy. Esse ano foi decisivo para a história de Charles e do design moderno, pois ele conheceu uma nova aluna de Cranbrook, Ray Kaiser, a sua futura esposa.  

Ray Eames

Charles e Ray Eames, design em casal

Ray Eames / eamesoffice.com

Ray-Bernice Alexandra Kaiser Eames nasceu em 1912 em Sacramento, Califórnia. Depois de viver em várias cidades durante a juventude, em 1933, ela se formou no Bennett College, em Millbrook.

Inicialmente, ela estudou pintura em Nova York com Hans Hofmann. Em 1936, ela fundou o American Artist Group e, um ano depois, apresentou a sua primeira exposição no Riverside Museum, em Manhattan.    

Finalmente, ela iria para a  Cranbrook Academy. Foi ali que ela conheceu e trabalhou com Charles Eames e Eero Saarinen na preparação dos designs para o concurso de móveis orgânicos do MoMA de Nova York.

O móvel funcional é melhor do que o bonito, porque o que funciona bem permanece no tempo.

-Ray Eames-

Os Eames, design inovador em casal

Charles e Ray Eames, design em casal

Em 1941, Charles Eames e Ray Kaiser se casaram em Chicago. Eles se mudaram e se estabeleceram em Los Angeles, onde iniciaram a sua jornada juntos em direção a uma carreira bem-sucedida no design. No final da década de 1940, como parte do programa Case Study, da revista Arte e Arquitetura, o casal projetou e construiu a Casa Eames, também chamada de Case Study House #8, que posteriormente seria a sua casa.

Nessa época, Charles trabalhava como cenógrafo para a produtora MGM. Durante esse período, eles também projetaram e criaram a máquina Kazam, uma prensa que molda a madeira em curvas complexas através de dois planos geométricos. Em 1942, eles fundaram a Plyformed Wood Company, que produzia cinco mil ripas de madeira por dia para o Exército dos Estados Unidos.

O casal vendeu a fábrica por causa de problemas financeiros, embora Charles tenha continuado como diretor de pesquisa e desenvolvimento durante alguns anos.

Móveis premiados

Charles e Ray Eames, design em casal

Em 1946, MoMA de Nova York organizou uma exposição chamada «New Furniture, by Charles Eames», que apresentava as famosas cadeiras Plywood, projetadas pelo casal entre 1945 e 1946.     

Com essas cadeiras, eles buscavam projetar e construir móveis de qualidade com baixo preço. A empresa Evans as produziu logo depois, e a Herman Miller passou a distribuí-las e comercializá-las exclusivamente ao adquirir a Evans em 1949.

Em 1948, o casal Eames ganhou o segundo lugar na «Internacional Competition for low-cost Furniture Design» do MoMA de Nova York, graças a uma proposta inovadora. Ela consistia em uma série de cadeiras em fibra de vidro, sendo os primeiros assentos de plástico sem nenhum tipo de revestimento produzidos em série.   

Baseada em um conceito simples, porém inovador, ela utilizava uma estrutura simples capaz de suportar diferentes variações. Isso foi o suficiente para que ela se tornasse um móvel universal, com uma grande influência no design e na arquitetura do século XX.

Um casal muito versátil

Cadeira Aluminium Group

Cadeira Aluminium Group / vitra.com

Ao longo dos anos cinquenta e sessenta, os Eames trabalharam para a Herman Miller, período no qual eles produziram uma série de cadeiras inovadoras, como as cadeiras Aluminium Group (1958).  

Charles e Ray Eames criaram uma linguagem visual importante e uma estética impactante através de suas cadeiras, brinquedos ou curtas-metragens, que marcaram uma era no design do século XX.

Charles contribuiu com a sua visão da tecnologia, dos materiais e da produção em série, enquanto Ray dava aos seus designs uma visão plástica, formal e humana. Essa mistura de conhecimentos garantiu o sucesso imediato dos seus projetos.