Dicas para escolher os cactos da sua casa

21 de outubro de 2018
Dada a grande variedade dentro desta família de plantas, é necessário levar em consideração alguns conselhos para escolher um cacto apropriado.

Os cactos estão incluídos na família Cactaceae, que possui cerca de 300 gêneros e cerca de 2.500 espécies diferentes. São provenientes da América, portanto, é onde encontramos o seu habitat original, em ambientes com características muito específicas.

Não devemos acreditar no mito de que eles estavam confinados aos desertos: na verdade, apenas um quarto das espécies vêm do deserto.

Dicas para escolher um cacto corretamente

Ao enfrentar a decisão de qual cacto escolher, você poderá considerar os seguintes aspectos:

  • Você deve considerar que tipo de água terá na sua casa.

Se a água for dura (aquela que possui sais de cátions cálcio (Ca2+(aq)), magnésio (Mg2+(aq)) e ferro II (Fe2+(aq)), use um amaciador de água, caso contrário o cacto teria falta de ferro, bloqueado pelo cálcio presente na água. Por outro lado, se você mora em uma área que não é muito poluída, poderá regá-lo sem nenhum problema com a água da chuva.

  • Em primeiro lugar, observe a sua aparência: as hastes devem ser robustas e resistentes ao toque.

Se estiver no outono ou no inverno, as hastes podem estar um pouco encolhidas, mas isso não é motivo para preocupação.

  • Depois, observe os espinhos do cacto. Eles devem ser densos e ter uma boa coloração. Este é um sinal de boa saúde do cacto.
os espinhos do cacto

  • Nunca escolha um cacto que tenha sinais de ter estado doente ou de ter sido malcuidado.

Isto poderá ser visto facilmente, já que nestes casos a sua superfície mostrará manchas ou feridas. Além disso, outro sinal seria a presença de hastes estioladas: fracas e pálidas, devido à escassez de clorofila em seus tecidos.

  • Não compre cactos com flores coladas ou presas no caule.

Dessa forma, eles tendem a não parecerem muito bonitos esteticamente. Além disso, facilitam a entrada de possíveis infecções.

Estas flores são totalmente falsas, não têm nada a ver com o cacto. Quando você as remove (no caso de não gostar delas), fica um pequeno orifício no cacto. Mas não se preocupe: ele se fecha rapidamente. Isso se deve ao fato dos vendedores acreditarem que assim venderiam mais cactos, já que normalmente leva muito tempo para eles floresçam naturalmente.

 

Dicas para escolher um cacto: espaço e suportes disponíveis

  •  Em primeiro lugar, você deve pensar se colocará o cacto em um espaço externo ou interno. Considerando isso, poderá decidir por um cacto de um tamanho ou outro.
  • Na hora de regar, tanto o espaço como o suporte devem ser levados em conta.

Se for um cacto para interiores, os vasos de cerâmica e plástico se destacam pela pouca perda de água. Ao contrário, os de barro tendem a facilitar a evaporação da água.

Por outro lado, os cactos para exteriores têm uma maior capacidade de retenção de água. Em parte, isso acontece porque eles crescem diretamente no chão.

cactos: onde e como comprá-los

Outras dicas para escolher os cactos: onde e como comprá-los

  • Não se deixe levar apenas pelo preço, observe a qualidade e o estado do cacto.
  • Se você quer plantar o seu próprio cacto, o ideal seria começar com os gêneros que germinam com mais facilidade.
  • Não se esqueça de que o comércio de muitas dessas plantas é regulamentado por determinadas leis.

Isso ocorre porque elas são frequentemente produtos de comércio ilegal. Se você não tem certeza de que foi cultivado em um viveiro, é melhor não comprar.

  • Se for comprá-lo pela internet, deve verificar o tempo estimado para entrega.

É cada vez mais comum comprar online, mas precisamos ter certeza (para o bem-estar do cacto) de que a entrega não se atrasará.

  •  O ideal é comprá-lo em uma loja ou em uma exposição de plantas.

O problema das lojas é que o substrato geralmente é um pouco ruim. Portanto, você deve transplantar o cacto o mais rápido possível.

Além disso, muitas vezes eles não estão classificados. Desta forma, você estaria comprando às cegas, sem saber qual é a sua espécie.

o bem-estar dos cactos

No caso das exposições, elas são o local ideal para comprar espécimes de qualidade e para conhecer especialistas no assunto.

Em diferentes cidades existem exposições focadas neste tipo de planta todos os anos.

Finalmente, você não deve se esquecer de que os cactos não precisam de muitos cuidados. Lembre-se de que eles podem aguentar duas ou três semanas sem serem regados. Isso será útil quando, por exemplo, você sair de férias.

Por esta razão, o convidamos para conhecer os benefícios destas plantas tão adaptáveis e bonitas: os cactos. Além de tudo isso, ainda são plantas muito decorativas que proporcionam um toque muito original em qualquer espaço.