Os designs de Josef Hoffmann

· 5 de abril de 2019
Se o que você está procurando é romper com os estereótipos decorativos que nos marcam atualmente, então se inspire no trabalho de Josef Hoffmann; ele nos oferece muitas possibilidades originais e criativas.

Ao falar de vanguardas, devemos fazer uma menção especial aos designs de Josef Hoffmann, um artista que demonstrou como a arte e a decoração podem estar especialmente unidas. Sem dúvida, ele se tornou um ícone do design de interiores.

Quando queremos mobiliar uma casa, geralmente nos limitamos a comprar os móveis em uma loja e a seguir os padrões que as modas ditam. No entanto, existem outras possibilidades realmente inovadoras que podem oferecer uma estética diferente do que é estipulado atualmente.

Por isso, os designs de Hoffmann trouxeram uma nova direção, desde o final do século XIX e ao longo do século XX. Não há dúvida de que este homem tinha grandes qualidades criativas; potencializou a estética decorativa para que os interiores fossem muito mais originais.

A história em torno de Josef Hoffmann

A história em torno de Josef Hoffmann

Móveis / mak.at

Nascido no Império Austro-húngaro em 1870, desde muito jovem ele começou a se interessar pelo mundo da construção e da arte. Ele se formou como arquiteto e designer industrial. Foi a partir daí que começou a ter contato com outros artistas, como Mackintosh.

Foi um dos membros fundamentais da famosa Wiener Werkstätte (Viena Secessão). Dentro dessa tendência artística, ele é uma referência, uma vez que foca principalmente na elaboração de designs de tipo industrial, considerando que ele já vinha trabalhando nessa linha há algum tempo.

Além disso, também abriu o caminho para o design de interiores de vanguarda, não apenas no nível arquitetônico, mas também no nível dos móveis. Certamente, isso se tornou um princípio e uma base do que viria a ser a arte modernista, assim como outras vanguardas do século XX.

A sutileza é um dos princípios que ficará impregnado na sua arte.

A cadeira Fledermaus

A cadeira Fledermaus

Cadeira / pamono.es

Este trabalho foi realizado em 1906. À primeira vista, parece uma cadeira normal e comum, com um design simples. No entanto, não devemos nos acomodar vendo as suas obras como algo básico e fácil de elaborar, mas sim perceber que esse foi um elemento completamente inovador.

  • O assento é sustentado por pés que, por sua vez, são fixados em uma base que tem o mesmo formato do assento. Dessa forma, se obtém uma maior estabilidade e a estética do móvel é bastante dinamizada.
  • Por outro lado, há um encosto com uma ligeira curva e uma pequena extensão para os lados que serve de limite e que, além disso, está posicionada de forma ergonômica. Assim, produz uma perfeita adaptação ao corpo humano.
  • Tanto o assento quanto o encosto são acolchoados. O conforto e a funcionalidade serão duas características presentes no seu trabalho.
  • Podem ser encontradas em diferentes cores. No entanto, as que fizeram mais sucesso foram as amarelas e as brancas.

A arte também se reflete no mundo da decoração.

Josef Hoffmann: o uso de grades nas cadeiras

O uso das grades nas cadeiras

Cadeiras / videodecoracion.com

Josef Hoffmann começou a se interessar pelo mundo dos quadriculados, alcançando um certo toque estético sob linhas retas que também podem denotar austeridade. Ele deixou as curvaturas para se concentrar principalmente nos princípios da retidão.

  • A grade proporciona um sentido muito mais funcional, onde o que importa é que o assento seja confortável e que as costas fiquem apoiadas. Porém, sob um tipo de design que tende à abstração.
  • O que Josef Hoffmann tenta demonstrar é que, com as formas básicas, é possível trabalhar a decoração perfeitamente bem. Ou seja, não é necessário aplicar designs extravagantes nem floreios que remetam ao barroco.
  • A simplicidade e a proporcionalidade andam de mãos dadas. Assim, um produto básico e funcional é obtido, no qual as formas são reduzidas ao mínimo necessário.

As mesas aninhadas

As mesas aninhadas

Mesas / steeldomus.com

É nas mesas que ele explora a criatividade de uma maneira muito mais original. Ele criou muitos formatos; mas há um em particular que oferece uma estética fora do comum e que está consolidado dentro da inovação mais absoluta.

Trata-se de um conjunto de mesas, uma após a outra (aninhadas), de tamanhos diferentes e que crescem proporcionalmente e sob um ritmo determinado. O design é completamente vanguardista; nesse caso, ele tentou direcionar a decoração por um caminho inóspito que ainda não havia sido explorado.

  • Witt-Dörring, Christian: Josef Hoffmann: Interiors 1902-1913: the Making of an Exhibition, New York, Neue Galerie New York, 2008.