Tudo sobre pisos laminados: quais são os melhores?

7 de novembro de 2019
Os pisos laminados são fáceis de instalar, mais baratos do que os de madeira, duradouros, ecológicos e estão disponíveis em todos os tipos de cores e acabamentos. Eles são perfeitos para a sua casa!

A partir da década de 1920, os chamados pisos laminados começaram a ser usados. No entanto, o sucesso deste tipo de material surgiu na década de 70. Neste artigo, contaremos tudo o que você precisa saber sobre os pisos laminados, que têm uma durabilidade superior a qualquer outro.

Características dos pisos laminados

Características dos pisos laminados

Eles são considerados uma excelente alternativa para os pisos feitos de madeira maciça ou multicamadas. Mais baratos do que a porcelana ou o parquet, eles podem ser instalados facilmente em qualquer superfície.

Além disso, os pisos laminados têm um acabamento final que imita a madeira e outros materiais. Eles podem ser combinados com todos os tipos de estilos decorativos e ficam ótimos tanto em um quarto quanto na sala de estar, no hall de entrada ou até mesmo na cozinha.

Os pisos laminados garantem conforto, durabilidade e resistência por serem fabricados com fibra de resina e madeira prensada. Além disso, oferecem um alto nível de resistência a impactos e desgaste. Como se tudo isso não bastasse, são muito fáceis de instalar: eles têm um sistema de encaixe simples para colocar uma tábua ao lado da outra sem problemas.

Outra razão pela qual os pisos laminados são escolhidos é que permitem criar ambientes únicos com muita personalidade. Ao mesmo tempo, estão disponíveis em uma ampla variedade de recursos, qualidades e designs. Eles têm uma manutenção e limpeza rápidas, são ecológicos e hipoalergênicos.

Desvantagens dos pisos laminados

Leve o pavimento em consideração

Já falamos sobre as suas principais características e vantagens, mas também precisamos dizer que os pisos laminados têm um lado negativo.

1. Não podem ser instalados em qualquer lugar

As áreas externas da casa não são adequadas para os pisos laminados, bem como as áreas com umidade excessiva (por exemplo, os arredores da piscina ou caso tenhamos uma sauna no banheiro).

2. Não é madeira

Pode ser parecido na aparência e, até mesmo, ser feito com ela, mas não é madeira. Isso deve ficar bem claro. Não proporciona a mesma sensação.

3. Não é possível consertar

Caso uma tábua (chamada lâmina) se quebre, deteriore ou fique manchada, a única coisa que pode ser feita é substituí-la. O lado bom é que essa substituição não custa muito, se a compararmos com a cerâmica ou o parquet.

Como escolher entre os pisos laminados?

Existem diferentes tipos de pisos laminados, classificados de acordo com o impacto, resistência, uso e desgaste. Poderíamos dizer que eles são divididos em dois grandes grupos: doméstico e comercial, e subdivididos em três usos: moderado, geral e intenso.

Se você quer colocar este tipo de piso na sua casa, escritório ou loja, recomendamos que preste atenção a estas dicas:

1. Escolha a cor

Pisos laminados

 

A gama de tons disponíveis é enorme, sendo possível optar por cores mais claras ou mais escuras, marrons, cinzas, pretos, etc. Tenha em mente que os mais claros trazem luminosidade e amplitude, enquanto os tons escuros trazem uma sensação de calor e recolhimento.

2. Selecione os revestimentos

Pisos laminados

 

Eles vêm com diferentes tipos de revestimentos ou acabamentos em suas superfícies. Assim, as opções são: liso (aparência leve), poroso (brilho acetinado), serrado (ranhuras de madeira), estruturado (relevo e fendas) e sincronizado (reproduz as fendas da madeira).

3. Determine a espessura

Selecione os revestimentos

Tudo dependerá do ambiente onde o instalaremos  e o uso que lhe daremos. Por exemplo, para o piso de um quarto normal recomenda-se um piso de uso intenso, enquanto para a cozinha, a sala de estar e o quarto das crianças, um de uso muito intenso. As espessuras variam dos 6 a 12 milímetros.

4. Leve o pavimento em consideração

Pisos laminados

 

Ter um piso de base que seja de cerâmica não é o mesmo do que ter um de parquet antigo, por exemplo. Embora na maioria dos casos os pisos laminados sejam adequados, considere que, se você quiser pregar ou furar as lâminas, não poderá fazer isso sobre a cerâmica, o carpete, PVC e vigas de madeira.

Finalmente, você precisa saber que alguns pisos laminados oferecem recursos adicionais como, por exemplo, tratamento antibacteriano, antiestático (evita descargas elétricas), antirriscos (ideal para casas com crianças) e antiderrapantes (para áreas com maior umidade, como a cozinha).