Conheça os diferentes tipos de cactos

· 20 de setembro de 2018
Existem muitos tipos de cactos. Eles podem ser utilizados para decorar a cozinha, a sala e os jardins. Conhecer as suas características e manutenção o ajudará a escolher o mais adequado.

Os cactos estão na moda e são dados como lembranças em casamento, decoram casas, jardins, varandas, restaurantes e lojas. Mesmo que você não acredite, há muitos tipos de cactos e cada um deles apresenta as suas características particulares.

Conheça os diferentes tipos de cactos

Características gerais dos cactos

Os cactos estão cada vez mais presentes nas casas, pois são utilizados na decoração e ficam muito bem. Mas, não é só por isso que são escolhidos. Eles não exigem quase nenhuma manutenção (são regados ocasionalmente quando ficam dentro de casa), são fáceis de cultivar e há muitas variedades disponíveis.

Todos os tipos de cactos pertencem à família de Cactaceae e são originários da América, exceto os da espécie Rhipsalis baccifera. São suculentas encontradas em regiões quentes, desérticas e áreas tropicais. Atualmente também são cultivadas na Europa, Ásia e África, já que se adaptam muito bem se tiverem solo árido e seco e boa quantidade de sol por dia. Elas não resistem à umidade excessiva no ar ou no solo!

tipos de cactos

Para se manterem hidratados, os cactos armazenam água em seus espinhos, localizadas na aréola. O corpo é formado por um caule (quase sempre esverdeado) que pode ser cilíndrico, achatado ou esférico. As flores do cacto são solitárias e hermafroditas. Isso significa que elas se reproduzem entre si sem problemas. Quanto aos frutos, eles são geralmente na forma de uma baga.

Que tipos de cactos existem?

Dentro da grande família das suculentas, os cactos são os mais comuns e populares. Além disso, existem muitas subespécies que são escolhidas para decorar casas, entre as quais destacaremos as seguintes:

1. Cacto São Pedro

O seu nome científico é Echinopsis pachanoi e é nativo dos Andes, mais precisamente em altitudes entre 1000 e 3000 metros acima do nível do mar no Peru e Equador. No entanto, é de fácil cultivo desde que tenha solo fértil e bem drenado. Pode suportar as mudanças de temperatura do dia e da noite, típicas da montanha.

O cacto de São Pedro não é utilizado apenas para decoração, mas os antigos colonizadores americanos lhe atribuíam benefícios medicinais para tratar de doenças nervosas, cardíacas, infecciosas e das articulações. Possui um caule verde alongado e flores brancas com um centro amarelo.

2. Cacto cadeira de sogra

Sem dúvida, cadeira de sogra é um dos tipos de cactos com nome mais curioso, que também é conhecido como ‘ouriço’ ou ‘barril de ouro’. É endêmico do México, mas hoje em dia é cultivado em outras áreas do mundo. Tem uma forma esférica, é verde brilhante e os espinhos são amarelos.

As flores crescem na parte superior e são completamente amarelas. Esta planta requer certos cuidados, como solo com bom substrato e drenagem. Precisa de luz solar direta e uma temperatura média de 15 °C durante todo o ano. Não é necessário regá-la no inverno. Ficará ótima em um vaso reciclado!

tipos de cactos

3. Cacto barril

Esta planta é um parente direto da anterior e cresce no norte do México, entre 1150 e 1850 metros acima do nível do mar. Se trata de uma planta de forma esférica e cor verde escuro, com vários caules globosos dos quais saem espinhos avermelhados, curvados e grossos.

O cacto barril tem flores amarelas com o centro vermelho, sementes pretas e frutos suculentos e secos.

4. Cacto pera ou nopal

É uma dos tipos de cactos mais conhecidos, é um arbusto rústico e espinhoso, que cresce de forma natural principalmente na Argentina, onde é consumido processado em forma de doce. No México, faz parte da bandeira e do brasão deste país.

A pera espinhosa pode crescer em tamanho, é de cor verde, forma achatada, extremidades arredondadas e espinhos muito longos e duros. As flores são amarelas e os frutos possuem uma casca muito grossa.

Existem muitos outros tipos de cactos que podemos ter em casa, tanto no interior como no jardim: o natalino (Schlumbergera truncata), o de flores rosa (Mammillaria fraileana), o cacto ouriço (Echinopsis chiloensis), o cacto árvore (pereskia), o cacto cory (Coryphantha ramillosa), o cacto botão (Epithelantha micromeris) e o cacto semáforo (Opuntia leucotricha). Esta última espécie não tem espinhos.