Diferenças entre vasos de plástico e de cerâmica

4 de abril de 2019
Existem muitos tipos de vasos disponíveis no mercado. Conhecer as suas características, vantagens e desvantagens nos ajudará a escolher o mais adequado.

Decorar com vasos fica muito bonito e dá um toque diferente a qualquer ambiente. Porém, muitas vezes não sabemos qual é o mais adequado ou de qual material comprá-los. Por isso, no artigo a seguir, falaremos sobre algumas diferenças entre os vasos de plástico e de cerâmica, bem como as vantagens e desvantagens de cada um.

Tipos de vasos

Tipos de vaso

Se você quer comprar vasos, provavelmente já viu diversas opções…. Mas não sabe qual escolher! Cada um deles tem as suas vantagens e desvantagens.

A primeira coisa que você precisa fazer antes de escolher os vasos é analisar o ambiente em que você os colocará. Um lugar frio não é a mesma coisa do que um quente, assim como um lugar ensolarado é diferente de um com muita sombra, ou então um lugar úmido de um seco, etc.

O que tudo isso tem a ver com os vasos? Muito! Porque cada material com o qual eles são feitos se adapta melhor ou não a certas características externas. Entre as opções de vasos encontramos:

  1. Argila: (porosos, ressecam facilmente, absorvem a umidade ambiente).
  2. Cerâmica: (bonitos, porém caros, são à prova de geadas).
  3. Madeira: (resistentes às geadas, com a possibilidade de apodrecer com a umidade).
  4. Plástico: (acessíveis, de todos os tamanhos e formas, leves para pendurar).
  5. Metal (bonitos, urbanos e modernos, se aquecem e esfriam rapidamente).
  6. Cimento ou pedra: (minimalistas, pesados, difíceis de mover, resistentes).
  7. Barro cozido ou terracota (clássicos, adaptáveis, porosos, podem ser pesados e caros).

Vasos de plástico: vantagens e desvantagens

Vasos de plástico: vantagens e desvantagens

Cada vez mais pessoas estão escolhendo vasos de plásticos para os seus terraços, varandas ou jardins. Isto ocorre porque eles são muito baratos, leves e estão disponíveis em todas as cores e formas que imaginarmos.

Os vasos de plástico são, na verdade, feitos de PVC, resina sintética ou polietileno, para garantir uma melhor qualidade. Mas podemos até mesmo fazê-los em casa com o que tivermos disponível: um galão, algumas garrafas, recipientes que não usamos mais, etc. E sendo tão leves, eles podem ser pendurados sem nenhum problema nas grades do terraço ou nas paredes.

Em lojas especializadas, podemos encontrar vasos de plástico que são pintados de tal forma que imitam outros materiais, como a pedra ou barro. Eles também são vendidos com camadas duplas que isolam o calor ou o frio do ambiente e garantem uma vida melhor para as plantas.

Uma das principais características dos vasos de plástico é que ele é um material que não se altera com as mudanças climáticas. Isso significa que manterá a sua forma o ano inteiro e não haverá risco de quebra.

Além disso, durante o verão, sendo o plástico um material poroso, manterá a terra úmida por mais tempo. Isso é bom para as plantas, principalmente para aquelas que estão ao ar livre e recebem muito sol. O mais importante para que os vasos de plástico cumpram com a sua função é que eles tenham furos na base, o que facilita a drenagem.

Vasos de cerâmica

decoração exteriores

 

Os vasos de cerâmica são muito bonitos; certamente, você já os viu em alguma loja de decoração ou nas mesas de uma cafeteria. Eles são pesados e também delicados, porque se caírem no chão, se quebram. Por isso, eles não são recomendados para pendurar nem para colocar em lugares altos.

O melhor de tudo, além de uma questão estética, é que os vasos de cerâmica impedem a umidade de penetrar nas raízes das plantas, razão pela qual são recomendados em locais onde as geadas são comuns.

Porém, devemos ter em mente que muitas vezes esses vasos não têm furos para drenagem, então não podemos regar demais. Dessa forma, impediremos que as raízes apodreçam. Algumas pessoas optam por usá-los apenas como um recipiente bonito e deixam a planta dentro do vaso de plástico no qual ela veio quando a compraram. Assim, a água que sobra da rega pode ser facilmente descartada.

E outra questão que devemos considerar quanto aos vasos de cerâmica é o seu preço: eles geralmente são muito mais caros do que os de outros materiais, especialmente o plástico. Existem várias diferenças entre os vasos de plástico e os de cerâmica, em termos de valor, capacidade decorativa e peso.

Ambos podem ficar muito bonitos, mas não nos mesmos ambientes. Se quisermos algo mais moderno, devemos optar pelos vasos de plástico, mas se quisermos um espaço mais vintage, os vasos de cerâmica ficarão perfeitos.