A cor off-white: onde aplicá-la?

· 30 de março de 2019
Nas almofadas, nas luminárias, na parede ou no próprio sofá, o off-white é uma cor versátil que pode ser muito bem aproveitada em casa.

Se você quiser utilizar um tom inovador na sua casa, a cor off-white será uma ótima solução. Existem várias fórmulas para trabalhá-la e torná-la um recurso ideal para servir como complemento e como conexão com outros acessórios próprios da decoração.

Talvez você já tenha ouvido falar dessa cor, mas não a usou na sua casa. Normalmente, ela é utilizada em paredes e em objetos individualizados, mas não é tão comum em móveis, pois pode ser mais contrastante e distante dos outros recursos decorativos.

A seguir, falaremos sobre a ampla lista de possibilidades que a cor off-white nos oferece. Não é necessário se limitar a um único elemento; na verdade, podemos ir além e tentar explorá-la da maneira mais interessante possível, combinando-a e fazendo com que seja uma referência.

O que é a cor off-white?

a cor off-white

Por assim dizer, esse tom é usado como base ou suporte sobre o qual outras cores serão trabalhadas; isto é, estamos falando de um princípio de neutralidade sobre o qual essa cor se mantém. Não chamará a atenção diretamente nem será a protagonista, mas será o ‘pano de fundo’.

Este branco é manchado por um toque de bege ou de cinza, de tal forma que há uma redução da sua pureza intensa e brilho próprio. Em outras palavras, estamos interrompendo a função própria do branco para redirecionar a decoração para outro sentido.

A sensação que ele transmite é de tranquilidade, trazendo luminosidade também. Não há dúvida de que esse é um recurso muito apropriado para ganhar espacialidade; no fundo, pode dar uma sensação de amplitude, ocorrendo exatamente o contrário do que acontece com os tons escuros.

A sobriedade é visível, gerando uma certa atemporalidade e delicadeza.

A sua aplicação no quarto

Off-white no quarto

Uma cor totalmente branca ajuda a refletir a luz, promovendo a dimensão espacial e gerando pureza no ambiente. Em dias muito ensolarados, a luz pode bater excessivamente entre as paredes. No entanto, o off-white pode ser uma solução viável:

  • Torna-se um tom mais reduzido em termos de intensidade. Dessa forma, se consegue que não irradie tanta luz e acalme o ambiente. Assim, a atmosfera desse cômodo será filtrada e não haverá tanta força por parte da cor.
  • Não é necessário abusar muito desta cor. Se for aplicada na parede, então não é conveniente que também esteja nos móveis. Portanto, a cama pode ser um recurso para trabalhar outras cores e, assim, alcançar um contraste bem harmonizado.
  • Há também a possibilidade de fazer com que todos os móveis sejam desta cor e se tornem o tema principal do quarto. Com isso, um efeito mais puro e idílico é produzido, mas perdemos em cromaticidade e vivacidade.
  • Se forem combinados tons de branco, alguns podem ser mais claros e outros mais escuros. Você só precisa manchar o branco e fazer com que ele fique “quebrado”.

Uma sala muito vanguardista

Uma sala muito vanguardista

Se for aplicado na sala de estar, podemos ter o mesmo sistema: inclua branco na parede e use outras cores no restante da decoração. Mas se quisermos que ele predomine, essas dicas podem ser úteis.

  • Não faça com que a estética seja muito plana, isto é, não repita o branco em todos os recursos de maneira contínua. É mais interessante que haja um ligeiro contraste entre alguns brancos e outros.
  • Se o preto for introduzido, conseguiremos uma sala verdadeiramente vanguardista, criando claros contrastes com o branco e produzindo um efeito neutro. De fato, se adquire certa sutileza e fica muito elegante.
  • Certos toques de cor podem ser aplicados através de quadros nas paredes, ou também por plantas que trarão uma cor verde. De qualquer forma, tanto o sofá quanto os outros móveis podem contrastar com a parede e vice-versa.

Outros recursos sobre os quais trabalhar com a cor off-white

móveis sala de estar

Se tivéssemos que pensar em outros elementos decorativos para incluir o off-white na decoração, poderíamos fazer menção especial a alguns exemplos, como luminárias de chão ou de teto, vasos e almofadas. Se forem colocados no mesmo local, é interessante que haja um contraste com outras cores, como cinza ou preto.

De qualquer forma, qualquer objeto que você considere apropriado poderá combinar bem com essa cor. Porém, sempre tenha uma coisa em mente: buscar o contraste e harmonia no conjunto.

 

Lluch, Francisco Javier: Arte de armonizar los colores, Barcelona, Imprenta de El Porvenir, 1858.