Como renovar a casa com tecidos

30 de setembro de 2019
Os tecidos são grandes criadores de ambientes e de conforto. Quentes e versáteis, eles se adaptam a qualquer espaço da casa. Que tal descobrir as possibilidades decorativas que eles oferecem? Continue lendo este artigo.

Se você deseja renovar a casa com tecidos, deve considerar que eles contribuem com a sua cor, textura e design para enriquecer os espaços. Além disso, proporcionam calor e vitalidade.

Ao longo da história, os tecidos naturais sempre estiveram presentes na decoração das casas. Os tecidos têm a qualidade de se adaptar a qualquer ambiente, tanto em espaços íntimos da casa – quarto ou banheiro – quanto nas áreas comuns da sala, da cozinha, do hall de entrada…

Os tecidos são capazes de modificar a percepção das formas arquitetônicas. Dessa forma, renovam a aparência de um móvel ou regulam a quantidade de luz que entra em um cômodo.

Renovar a casa com tecidos: como escolhê-los

Como a luz influencia ao renovar a casa com tecidos

O seu valor como elemento decorativo é indiscutível. No entanto, para escolher um tecido, você não deve se esquecer dos aspectos práticos, como a lavagem, manutenção e resistência.

Assim, para o uso diário, é aconselhável escolher tecidos laváveis ​​e resistentes. Deixe os tecidos mais delicados para decorar locais com pouco uso. Também é recomendado usar tecidos texturizados, já que eles trazem mais profundidade.

Se houver alguém com asma ou alergias na casa, devemos escolher tecidos naturais como o algodão, por exemplo, uma vez que eles acumulam menos poeira.

Combinações bem-sucedidas

Renove a casa com tecidos: tipos

O design e a textura do tecido podem transformar a percepção de um espaço. Assim, em cômodos pouco iluminados e pequenos, é aconselhável usar tecidos de cores claras e quentes – laranja, ocre – ou com estampas muito sutis.

Por outro lado, em espaços grandes, ficam melhor os tecidos de cores frias – azul, verde, violeta… – pois proporcionam frescor ao ambiente. Além disso, as estampas com motivos grandes são muito recomendadas.

Para manter o equilíbrio estético, é interessante que a gama de cores dos tecidos e a sua textura estejam de acordo com os pisos, paredes e móveis.

Para termos uma ideia do resultado final, é recomendável solicitar amostras dos tecidos e materiais que queremos combinar; por exemplo: um tecido para a cortina, outro para o sofá, a madeira para o parquet e a tinta para a parede.

Como a luz influencia ao renovar a casa com tecidos

Crie seu próprio estilo

Antes de adquirir um tecido, é aconselhável olhá-lo sob luz natural e artificial, uma vez que, dependendo da iluminação que incidirá sobre ele, irá adquirir tonalidades diferentes e a textura será percebida com maior ou menor destaque.

Para evitar surpresas inesperadas, o melhor a fazer é colocar a amostra do tecido selecionado na parte da casa onde ele será usado. Dessa forma, é possível observar o tipo de luz que ele receberá e decidir se o efeito desejado será alcançado.

Crie o seu próprio estilo

O design e a textura do tecido podem transformar a percepção de um espaço

Tapeçaria de tear / telaresytapices.blogspot.com

Como isso poderá ser feito? Ao misturar tecidos, algumas considerações devem ser levadas em conta para evitar sobrecarregar o espaço. É muito importante buscar coerência entre as diferentes cores e designs.

Uma opção interessante é colocar tecidos em locais pouco previsíveis. Por exemplo, além de usar os tecidos para vestir as janelas, a mesa e o sofá, você também poderá renovar a aparência de uma cômoda com tecidos, cobrindo a parte da frente das gavetas.

Na parede, os tecidos conferem bastante calor. Eles podem ser usados ​​na maioria dos cômodos da casa, exceto nas cozinhas e banheiros, por causa do acúmulo de gordura no primeiro caso e de umidade no segundo.

Devido às suas características, os tecidos funcionam como um isolante térmico e acústico, sendo especialmente indicados para cobrir as paredes das salas e dos quartos. Os tecidos mais apropriados são aqueles que têm caimento, como o algodão, por exemplo.

Renove a casa com tecidos: tipos

O peso de um tecido ou a sua qualidade diáfana ou opaca determinam os usos que ele poderá ter na casa. Assim, pelo uso, distingue-se entre tecidos para forro, estofamento ou para roupa de cama, entre muitos outros.

Tecidos pesados

Tecidos diáfanos e opacos

Os tecidos pesados fornecem solidez, embora possam ser sufocantes, principalmente se usados ​​em lugares quentes. Eles são muito adequados para estofamentos, cortinas grandes e capas. Muitas vezes, é difícil lidar com eles porque são volumosos e pesados. Destaca-se o fio de froco (chenille), o veludo e a lã.

Renovar a casa com tecidos leves

Renovar a casa com tecidos: como escolhê-los

Quanto mais leves, mais delicados e translúcidos forem, menor presença eles parecem ter no espaço. Eles são usados para cortinas, estofamentos simples, roupa de cama e mesa. São fáceis de manusear e limpar. Seda, algodão, linho e cashmere são os mais comuns.

Tecidos diáfanos e opacos

Renovar a casa com tecidos leves

Os tecidos diáfanos, como a musselina, chiffon ou tule, são muito adequados para cortinas. Em geral, eles não são fáceis de trabalhar, mas sim de franzir. Os mais densos ou totalmente opacos, como o cetim de algodão e o tafetá indiano, são os preferidos para forros.