Redes na decoração de interiores

· 5 de setembro de 2018

No artigo de hoje, falaremos sobre a utilização das redes na decoração de interiores para que você se anime e coloque uma dentro da sua casa.

As redes estão associadas ao descanso e relaxamento. São perfeitas para descansar, ler ou passar as tardes de verão. Bem, há alguns anos este tipo de mobiliário encontrou o seu lugar dentro de casa, dando origem às redes para decoração de interiores.

As redes trazem um conceito de descanso, relaxamento e férias dentro de casa. O que é perfeito para nos sentirmos de férias durante todo o ano.

Claro, para incorporá-las à decoração da nossa casa, devemos ter um pouco de cuidado.

Um pouco de história

A rede se origina nos povos indígenas da América Central.

Eram tecidas com fibras naturais e cascas de árvores e penduradas nas árvores para evitar os perigosos répteis e roedores. Além disso, geralmente faziam uma fogueira embaixo para se aquecerem durante a noite.

A rede inspirou o design da cadeira Acapulco

redes na decoração de interiores

Por sua origem também geralmente a associamos a lugares paradisíacos, como a selva tropical ou praias que parecem de outro planeta.

Redes na decoração de interiores

Existem muitos tipos de redes para decoração de interiores. Fizemos uma classificação aprofundada de acordo com dois critérios: segundo a sua forma e tipo de fixação, no caso das redes penduradas.

Se analisarmos a sua forma, podemos encontrar, basicamente, 2 tipos de redes para interiores.

  • Forma tradicional: aquela que é alongada e cabe uma pessoa deitada.
  • Cadeira ou balanço: este tipo de rede ocupa menos espaço que as tradicionais e também possui um modo diferente de ser pendurada.
redes na decoração de interiores

Por outro lado, segundo o modo fixação, podem ser de dois tipos.

  • Pendurada nos extremos: este modo de ser pendurada é perfeito para casas com vigas visíveis, porque só é preciso pendurar e pronto. Mas, no caso das vigas não serem visíveis, é aconselhável consultar um especialista para saber onde estão e se é conveniente pendurá-la ali.

Você também pode pendurar diretamente na parede.

As redes que costumam ser penduradas pelas extremidades são as tradicionais.

  • No teto: neste caso, a corda ou corrente da rede vai até o teto. É importante certificar-se de que o teto é resistente, para que não desmorone. Se você tem um teto de gesso ou teto falso, esse modo de pendurar não é adequado.

Dentro deste tipo de rede para interiores, encontramos aquelas que são penduradas em um único ponto, ou seja, do centro ao teto. Este modo de pendurar faz com que a rede possa se mover em todas as direções e girar.

Por outro lado, encontramos as redes que possuem dois pontos de fixação, portanto, o resultado é uma rede de descanso.

Outra opção de rede para interiores

No entanto, se você é um daqueles que prefere não fazer uma pequena obra nas paredes ou nos tetos, há também a opção de ter uma rede de interiores com base no chão.

Este tipo de rede possui várias vantagens. Uma delas é que, por não estar pendurada ou fixada em algum lugar, você pode movê-la do ambiente e colocá-la onde desejar.

Além disso, o fato de terem uma base não significa que não possam balançar. Este tipo de rede com base são projetadas e pensadas para que o conceito de rede, que é o balanço, permaneça.

Materiais utilizados 

Por serem redes de interiores, não estarão expostas às mudanças climáticas, nem terão que suportar altas temperaturas ou chuvas. Isso faz com que exista uma maior variedade de materiais do que para redes de exteriores.

  • Tecido: pode ser de algodão ou linho. São materiais resistentes e ao mesmo tempo arejáveis.
  • Cordas nas extremidades: este tipo de rede lembra os filmes como Tarzan.
  • Treliças: são simples e perfeitas para famílias descomplicadas.
  • Renda ou crochê.
redes na decoração de interiores

Podemos dizer que os materiais mencionados acima são os mais tradicionais na fabricação de redes, no entanto, no mundo moderno em que vivemos, é cada vez mais comum vermos redes mais sofisticadas.

A sofisticação nos materiais está mais presente nas redes do tipo cadeira ou balanço. Assim, podemos encontrar redes de interiores de:

  • Vime.
  • Madeira.
  • Basalto.
  • De ferro ou bronze.

Sem dúvida, as redes feitas de outro material diferente de tecido são uma alternativa muito moderna à rede tradicional.

Conclusão

As redes de interiores são perfeitas para decorar qualquer área da casa. São ideais para colocar junto à nossa biblioteca, ou em um canto da sala.

Nos quartos infantis fazem um enorme sucesso, já que é uma alternativa muito inovadora ao tradicional sofá de leitura.

Por outro lado, as redes de interiores possuem um mundo de possibilidades: de cores e estampas à diferentes materiais. Portanto, existem redes para todos os estilos de decoração; do clássico ao minimalista, passando pelo industrial ou pelo rústico.