Soluções para evitar a saturação decorativa em casa

30 de janeiro de 2020
Para garantir bem-estar e conforto em casa, é essencial não cairmos na saturação decorativa.

Muitas vezes, nos empolgamos com as compras compulsivas e levamos para casa todos os tipos de itens que não são necessários. Assim, tudo o que conseguimos é acumular e, como consequência, bagunçar a decoração. Por isso, mostraremos algumas soluções para evitar a saturação decorativa em casa.

Não seria nada mal fazer uma autocrítica sobre a situação atual da nossa casa; ou seja, é interessante analisar se a decoração está realmente desempenhando um papel, se tudo é realmente útil e se uma estética definida está sendo mantida em cada cômodo.

Geralmente, não percebemos que estamos saturando os espaços e que não deixamos os móveis respirarem. Sobrecarregamos em excesso, simplesmente porque gostamos de vários elementos em particular, mas estamos prestando atenção ao que está acontecendo com a atmosfera dos cômodos? O ambiente pode acabar prejudicado.

Como detectar se estamos saturando os espaços

Soluções para evitar a saturação decorativa em casa

Embora possa parecer mentira, todos nós temos um espaço saturado pela decoração em nossas casas. Com essa ideia, não estamos nos referindo apenas a cômodos cheios de recursos onde praticamente não conseguimos nem andar, mas também à má aplicação do conteúdo decorativo e à geração de tensões desnecessárias.

Dê uma volta pela sua casa e analise cada cômodo. Na maioria das vezes, você perceberá que existem objetos que você pode dispensar ou até mesmo móveis que poderiam ser usados de outra forma.

Se você está sentindo uma necessidade de desobstruir os cômodos, é hora de agir e enfrentar a realidade. Portanto, é interessante remover tudo o que estiver sobrando e, acima de tudo, ter muita paciência. Este é o tipo de coisa que é melhor fazer passo a passo.

Por causa do ritmo diário que costumamos manter, acabamos negligenciando a nossa casa.

Soluções para oxigenar a sala de estar: evitar a saturação decorativa

Soluções para evitar a saturação decorativa em casa

A sala geralmente é o local onde incluímos o maior número de elementos. A grande maioria é decorativa e uma minoria é funcional. No entanto, é perfeitamente possível que haja uma alternativa que permita alterar a estética.

  • Se você tem estantes cheias de objetos ou livros, é melhor separá-los por seções. Algumas prateleiras para livros, a fim de oferecer um propósito estético. Quanto a outros elementos decorativos (figuras, relógios, fotos…), você deve escolher aqueles que sejam mais atraentes, mas sem saturar a estante.
  • No que diz respeito aos móveis, é interessante optar apenas por aqueles que possam desempenhar uma função: um sofá, um móvel para a TV, uma estante de livros, uma mesa de centro, uma poltrona… Nesse sentido, é conveniente não ter tudo coberto por móveis.
  • Procure deixar espaços para oxigenar a sala; ou seja, é necessário estabelecer possibilidades para transitar e acessar todos os cantos. Não devemos cometer o erro de colocar recursos em locais que impeçam a passagem e gerem desconforto.
  • A decoração das paredes deve ser simples. A própria cor aplicada à parede já oferecerá uma estética própria, mas se quisermos colocar quadros, vinil ou fotografias, é melhor escolhermos apenas um exemplar específico.

A questão do quarto

Soluções para evitar a saturação decorativa em casa

O nosso quarto pode se tornar um foco de desordem e caos. Em vez de optar apenas pelos móveis principais que nos ajudem a gerar uma decoração equilibrada, harmoniosa e sustentável, geralmente acumulamos todos os tipos de objetos, mesas, armários, etc.

Para evitar esse problema, é conveniente optar apenas pelo que terá uma utilidade funcional: a cama, o armário, a mesa de cabeceira, o tapete, algum recurso decorativo para as paredes e um espelho. Dessa maneira, não pecaremos pela saturação.

Afinal, o que estamos tentando fazer é escolher o que realmente precisamos. Assim, nos livraremos de todos os tipos de itens que, na verdade, não são úteis e são mantidos simplesmente porque não ousamos removê-los de casa.

Purificação ambiental para o banheiro: evite a saturação decorativa

Banheiro funcional

Para o banheiro, esta tarefa pode ser mais simples. É essencial que tenhamos os recursos necessários para a higiene. Podemos evitar o acúmulo de elementos decorativos, pois a estética será determinada pelo design dos sanitários, pela cor da cerâmica e por algum móvel funcional.

Porém, o que deve ser evitado é o arranjo aleatório dos recursos, colocando itens que não têm nada a ver com o banheiro. Sem dúvida, não devemos transformar esse espaço em um local de armazenamento.