6 passos para fazer suas próprias cortinas

· 3 de março de 2019
As cortinas vestem um ambiente; por isso temos que escolhê-las com muito cuidado. Se você se animar a fazê-las, deve levar em conta algumas questões muito importantes... Assim ficarão lindas!

Quando nos mudamos ou queremos trocar o estilo da nossa casa, não há nada mais bonito que desfrutar das nossas próprias criações. As cortinas são uma das coisas que nós mesmos podemos fazer para tornar a sala ou o quarto perfeitos. Essa peça de decoração traz mais personalidade ao cômodo, além de equilibrar o visual. Neste artigo, mostraremos quais são os passos necessários para fazê-las.

As cortinas são um complemento da nossa casa que veste os ambientes; por isso devemos prestar muita atenção e escolher aquelas que melhor se adequam ao nosso estilo. No caso de você querer fazer as suas próprias cortinas, estas são as diretrizes que deverá seguir para conseguir resultados mais do que profissionais… Mesmo que nunca as tenha feito em sua vida!

faça as suas próprias-cotinas

1. Escolha o estilo das suas cortinas

Existem muitos estilos de cortinas, e alguns são mais simples que outros. Portanto, como primeiro passo, recomendamos que você busque inspiração em revistas ou imagens da internet. Ou até mesmo na casa dos seus amigos!

Se você nunca fez cortinas ou não tiver muito tempo livre, aconselhamos que escolha algo simples; já que alguns designs podem dar bastante trabalho. Para escolher as mais adequadas, tenha em mente o tipo de decoração do ambiente, quanto tempo você passa ali, o que você gosta e quais são as cores mais apropriadas.

2. Tire as medidas

Muitas pessoas cometem o erro de comprar tecidos para cortinas antes de saberem a quantidade que precisam. Isso será evitado tirando as medidas da janela e adicionando uma margem de erro e de costura. Dessa forma, você poderá fazer a bainha (pelo menos três centímetros cada lado) e ter mais com o que trabalhar caso seja necessário.

Um truque: as cortinas devem ficar a pelo menos dois centímetros do chão se forem longas, ou a cinco centímetros abaixo da janela se forem curtas. Além disso, tente comprar tecido suficiente, porque se você ficar sem material, é difícil conseguir o mesmo tom. Mesmo que você o encontre, nem sempre será idêntico.

3. Compre o tecido

Algumas lojas podem ajudá-lo com a quantidade de tecido necessária para as suas cortinas, mas é sempre melhor ir com uma ideia da medida que você precisa de antemão. Existem diferentes tipos de tecidos e tudo depende do estilo ou da cortina que você queira fazer.

Entre os fatores a ter em mente antes de comprar, você deve considerar se o tecido encolhe ao lavar, se é fácil de limpar ou de passar, se você pode costurar facilmente, se tem um bom caimento, etc.fazer suas próprias cortinas

 

4. Escolha o varão e argolas

O varão (ou trilhos) das cortinas também pode ser comprado na mesma oportunidade, caso você não os tenha. É aconselhável que sobressaiam um máximo de dez centímetros de cada lado da janela.

Tenha em mente que alguns varões são muito grossos e dificultam a passagem do tecido ou que a sua cor poderá não combinar com a das cortinas.

5. Corte e costure

Por fim, a parte mais divertida de fazer as nossas próprias cortinas: cortar e costurar. Seria aconselhável que você tivesse uma máquina de costura em casa. Se não, poderá marcar com agulha e linha e levar o tecido para alguém costurar. Costurar à mão dá muito trabalho! Além disso, a linha poderá não ficar bem ajustada e vai descosturar na hora da montagem.

O melhor lugar para trabalhar com os tecidos é em superfície plana, como o chão ou uma mesa de jantar. Não se esqueça de fazer uma bainha ou dobra para evitar que o tecido desfie. Deverá ter cerca de cinco centímetros: dobre a borda duas vezes e costure ao redor.

6. Faça as pregas

Uma vez que você tenha os tecidos das cortinas costurados, o próximo passo é fazer as pregas, isto é, o que permite a barra passar através da cortina. Há muitas opções, mas a mais simples é costurar pedaços retangulares de tecido na parte superior do tecido, separados entre si por 20 centímetros. Outros optam por colocar aros de madeira ou de outro material; você também poderá fazer uma espécie de ‘dobra’ com a mesma cortina para que a barra passe por dentro.

Antes de instalar as cortinas, recomendamos que você as lave e as passe. Lembre-se que elas estavam na loja, então você as manuseou e talvez as tenha levado para costurar em algum outro lugar. Além disso, limpas e passadas ficarão muito mais bonitas.