3 passos para fazer um móbile para bebês

30 de maio de 2019
Fazer um móbile para bebês pode ser muito simples. Você só precisa seguir 3 passos básicos para obter um produto de qualidade.

O seu bebê merece tudo de melhor. Na mais tenra idade, o que ele precisa é de entretenimento e distração; para isso, nada melhor do que brinquedos feitos por você mesmo. Por essa razão, mostraremos 3 passos para fazer um móbile para bebês.

Se, além de cumprir a função de entreter o seu bebê, ele também servir para a decoração, você poderá pensar sobre o tipo de móbile que deseja, para que dessa forma, ele combine perfeitamente com o design do seu quarto.

Não é nada complicado fazer um móbile.Você só precisa ter imaginação, estudar bem a decoração do local para combiná-lo com o ambiente e transformá-lo em um brinquedo divertido e de boa qualidade. O seu bebê o recompensará com sorrisos.

O que é um móbile para bebês?

Este dispositivo tem muitos anos de história. Sempre cumpriu com uma finalidade de entretenimento, mas também pode ser utilizado para a decoração.

Consiste em uma estrutura com elementos suspensos, sejam laços, fios ou tecidos que podem ter um motivo de atração para o bebê nas suas extremidades: animais, personagens, planetas, etc.

móbile para bebês

Pode ser pendurado no teto e colocado ao alcance do bebê. O movimento gerado por esse móbile faz com que o olhar da criança seja atraído. Sem dúvida, é um objeto muito simples de se fazer, mas é necessário conhecer bem os passos a seguir.

– Tudo é muito difícil, antes de ser fácil. –

-Thomas Fuller-

Passo 1: escolha dos materiais

É necessário ter muita clareza sobre quais materiais serão usados. Assim, é interessante ter tudo sobre a mesa para que a execução possa ser realizada sem que nada esteja faltando. Quais materiais devemos usar?

  • Dois bastões de madeira ou de plástico: eles servirão para fazer a estrutura onde os elementos suspensos serão pendurados (fios, laços…). As dimensões devem ser de meio metro cada. Um cabide também poderá ser usado.
  • Fios ou cordões: servirão para colocar os motivos decorativos, de tal forma que eles fiquem em movimento. Um fio pode ser cortado em várias partes, cada uma de meio metro. Inclusive, é melhor que cada um seja de uma cor; assim, é possível alcançar um melhor resultado.
  • Motivos decorativos: são colocados na ponta dos fios. Podem ser animais, planetas, estrelas, bolas, etc. O material pode ser espuma, feltro, lã ou qualquer outro tecido.
A montagem do móbile

Na verdade, não são necessários muitos materiais. É possível fazer um móbile muito simples e barato; ele não supõe um custo excessivo, pelo contrário, é muito acessível para qualquer bolso.

Passo 2: a montagem do móbile para bebês

Para fazer o móbile, é necessário seguir um processo de união dos materiais sem usar cola, somente através de linhas, agulhas e nós nos fios.

  • Primeiramente, é necessário dispor os bastões de madeira em forma de “X”, unindo ambos ao dar um nó no barbante no centro.
  • Em seguida, é necessário costurar os motivos decorativos dos animais em cada um dos barbantes ou fios; dessa forma, garantiremos uma fixação duradoura.
  • Então, simplesmente amarre os fios ou barbantes em cada um dos bastões de madeira. Os fios podem ser todos com a mesma medida ou em diferentes alturas, de acordo com a sua preferência.
  • Para terminar, você poderá pendurar o móbile no teto; porém, é essencial calcular bem a altura para que o bebê possa brincar com o móbile e para que ele fique em uma altura razoável.
passos para fazer um móbile para bebês

Como você pode ver, isso não é nada complicado; basta ter imaginação e fazer um móbile com os motivos desejados. Os animais geralmente são muito apreciados.

Passo 3: combinação com a decoração

Finalmente, é necessário pendurá-lo no teto e verificar se ele se move com facilidade e sem o risco de se quebrar. É necessário entender que o bebê pode tocá-lo e bater nele; então, de preferência, que ele seja macio e resistente.

Ele pode ser combinado com o restante dos elementos do quarto. Ao escolher as cores, tenha em mente que elas devem estar em sintonia com o restante da decoração. Não devemos nos esquecer de que, além de ser um brinquedo, ele também é um objeto decorativo.

Assim, cores como o azul-celeste, o verde-claro, o branco, o salmão e o rosa são muito agradáveis e trazem um caráter infantil. Use as cores da sua preferência e que combinem com a sua decoração.