Reutilize botas e tênis como vasos

22 de outubro de 2019
É necessário ser criativo e inovar; por isso, uma outra maneira de ter plantas em casa e de uma forma original, é usando botas e tênis como vasos.

Podemos fazer duas coisas com as roupas e acessórios que estão sem uso e que não usaremos mais: reciclá-los ou jogá-los fora. Porém, muitas ideias podem surgir em torno deste assunto, mas hoje mostraremos uma em particular: reutilizar botas e tênis como vasos.

Não são somente as camisas velhas que podem ser usadas como panos, dando-lhes uma nova função na limpeza. Outras peças de vestuário também podem ter uma segunda chance, tornando-se recursos úteis e curiosos para a decoração da casa.

Basta ter criatividade e bom gosto; inclusive, algumas peças de vestuário que não são consideradas ideais para a decoração também podem ter alguma participação estética e fornecer um conteúdo diferente e atraente.

Botas e tênis como vasos

Botas e tênis como vasos

Este recurso pode ser paradoxal e um pouco fora do comum, mas transformar botas e tênis em vasos pode ser muito original e esteticamente atraente para a decoração. Na verdade, essa ideia raramente é encontrada em casas e jardins.

Normalmente, quando vamos a um lugar público e somos surpreendidos por ideias originais desse tipo, elas nos causam satisfação por serem algo criativo que vai além das normas estéticas estabelecidas.

Portanto, devemos tentar inovar e buscar soluções mais interessantes para que o nosso dia a dia não se torne monótono.

– Surpreenda os seus convidados com uma decoração que quebre as regras. –

Botas e galochas

Botas e galochas

Botas velhas que você não usa mais são o recipiente ideal para uma planta. De fato, quanto mais gasta ela estiver, melhor. Assim, haverá uma maior sensação de antiguidade e desgaste. O que deve ser levado em consideração?

  • Elas podem ser preenchidas com terra e usadas para plantar flores, visto que não são adequadas para cultivar vegetais para o consumo.
  • É necessário deixar que a planta use a bota como se fosse a sua casa particular, de tal forma que ela crie raízes.
  • É interessante que a sola tenha alguns furos para que o excesso de água saia, a fim de drenar a água e não afogar a planta, já que as botas geralmente são impermeáveis.

No caso das galochas, elas se tornam um recurso muito atraente por diferentes razões: geralmente são coloridas, são mais altas do que as botas e têm uma maior resistência porque são feitas de plástico.

  • Preencha o seu interior com bastante terra e plante as flores na superfície.
  • Faça alguns buracos na sola para que a água possa drenar por baixo.
  • Se forem lisas e de uma única cor, você poderá aplicar alguns motivos decorativos com tinta para que, dessa forma, elas ofereçam uma estética particular, original e interessante.

Usar tênis como vasos

Tênis usados como vasos

Embora não pareça, os tênis de marca, sejam eles da Nike, Adidas, Puma, etc., também podem ter uma utilidade decorativa. Além disso, eles tendem a rasgar mais facilmente do que as botas, de modo que o seu consumo anual será maior e eles podem ser reciclados em maior número.

  • Os tênis devem estar bem abertos, pois eles são menores do que as botas e precisam de uma abertura maior na parte de cima para colocar a terra e para que a planta tenha o seu espaço vital.
  • Não devemos plantar espécies que sejam muito grandes, mas sim aquelas que são menores, principalmente flores, cactos e até mesmo um bonsai.
  • As solas são mais frágeis do que as das botas; mas também é necessário que elas tenham furos para a drenagem, de modo que não haja excesso de água.
  • Podem ser decorados por fora, pintando ou dando uma aparência mais envelhecida e deteriorada. Romperia com o sentido decorativo se eles estivessem em perfeitas condições do lado de fora.

– Com a reciclagem de roupas você também estará ajudando o planeta. –

Principais espaços para colocar os vasos

Principais espaços para colocar os vasos

Existem diferentes cantos da casa onde você pode colocar esses vasos. Tenha em mente que eles serão um ponto de atração pela sua originalidade e pelo interesse que despertam.

  • Um lugar ideal é o jardim: sem dúvida este espaço é perfeito para estar em sintonia com o restante da vegetação e poder dialogar tanto com as outras plantas quanto com a grama.
  • Eles também ficam muito bem no terraço, principalmente porque quebram a dinâmica típica dos vasos de barro e jardineiras. Por essa razão, eles saem da norma estabelecida e, dessa forma, o campo decorativo se abre para novos horizontes.
  • Na sala de estar: embora neste local geralmente procuramos buscar mais elegância, estes vasos também podem servir como um complemento decorativo.