Tipos de grama: qual fica melhor na sua casa?

· 22 de setembro de 2018
Ao contrário do que você possa pensar, existem muitos tipos de grama e nem todos servem para qualquer jardim. Hoje mostraremos as variedades que existem para que você possa escolher a mais adequada.

É muito importante, ao projetar o nosso jardim, levar em conta os diferentes tipos de grama. Nem todos são iguais uma vez que suas características os tornam adequados para diferentes solos e climas.

Um bonito jardim se caracteriza por ter uma grama bem cuidada, bonita e saudável, mas para isso é importante ter em mente as suas características, bem como as peculiaridades da área onde a grama será plantada.

Por exemplo, a luminosidade, a manutenção e o uso que queremos lhe dar.

No artigo de hoje, falaremos sobre os diferentes tipos de grama e daremos algumas dicas para ajudá-lo na escolha.

Tipos de grama

A grama é um dos vegetais mais comuns no jardim. Devido à sua grande variedade, podemos encontrar grama para diferentes tipos de solos, usos ou climas. Existem principalmente três categorias de grama:

Grama rústica

Esse tipo de grama é um dos mais resistentes que existe. Adapta-se a qualquer clima e não requer uma grande manutenção.

Grama ornamental

A grama ornamental é também uma das mais utilizadas por seu alto nível estético. Requer uma manutenção mais constante e específica. É frágil, mas muito decorativa.

Grama esportiva

Este tipo de grama é muito resistente ao tráfego intenso e uso contínuo. É a grama utilizada nos campos esportivos.

Subtipos de grama

Os tipos de grama mais comuns e utilizados são os seguintes, cada um deles pertence às categorias anteriores.

Grama Santo Agostinho: ornamental

Este tipo de grama é considerado perene e se dá melhor em climas quentes. A sua textura é espessa e sua densidade é média.

Por outro lado, não é muito resistente ao sol e não cresce rapidamente. Não é adequado para suportar muito trânsito.

Grama Santo Agostinho: ornamental

Grama Sto. Agostinho / wikipedia.org

Grama Brasileira: esportiva

Entre os diferentes tipos de grama, este é um dos mais resistentes. É perfeito para climas quentes. É considerado rasteiro e forma uma espécie de colchão muito espesso que impede o crescimento de ervas daninhas.

Claro, requer rega abundante. A vantagem é que ela é muito resistente, tanto ao sol quanto à sombra. O solo perfeito para a grama brasileira é o arenoso.

Bermuda: rústica

A grama Bermuda tem como característica um verde mais escuro que a diferencia das demais. Claro, no inverno ela perde essa cor, por isso é aconselhável plantar no outono.

Adapta-se bem a todos os tipos de solo e também suporta muito bem o trânsito. Finalmente, esse tipo de grama é imune ao ataque de insetos e doenças. É o tipo de grama que podemos ver nos jardins e praças públicas.

Se for bem cuidada, pode se tornar um gramado de muito boa qualidade.

Bermuda: rústica

Grama bermuda / pastoranchosanjose.com

Dicondra: ornamental

Esse tipo de grama é considerado perene e se dá melhor em ambientes úmidos e escuros, embora tenha bastante tolerância à luz. É delicado, não suporta ser pisado e cresce pouco. Requer rega abundante para formar um “tapete”.

Azevém-perene: esportiva

Talvez seja um dos tipos de grama mais conhecidos e usados no mundo da jardinagem. Requer uma rega normal e tolera altas temperaturas e exposição ao sol.

No entanto, a sua manutenção deve ser contínua e muito específica, pois tende a favorecer o crescimento de ervas daninhas.

É considerada perene e sua cor é verde intenso. Além disso, se mantém durante todo o ano e suporta o trânsito intenso.

Azevém-perene: esportiva

Rye Grass / thespruce.com

Como escolher a melhor grama para meu jardim?

Ao escolher o melhor gramado é mais do que recomendável que você invista tempo pesquisando sobre todos os tipos de grama que existem.

Por outro lado, você deve se cercar de profissionais que o assessorem bem. No entanto, nós não queremos terminar este artigo sem antes falar de alguns aspectos que você deve levar em conta para escolher a grama perfeita.

Em primeiro lugar, você deve levar em conta o clima do lugar onde você quer colocar a grama. Nem toda grama tolera bem altas ou baixas temperaturas. Verifique se o seu gramado é totalmente compatível com o clima.

Em segundo lugar, é fundamental que você se informe sobre o tipo de solo em que plantará a grama.

Também é importante que você leve em consideração a água que você tem disponível para a irrigação. Lembre-se de que existem alguns tipos de grama mais exigentes do que outros e este aspecto deve ficar claro.

A manutenção exigida pela grama que você escolher também é importante, pois dependerá do tempo que você possa lhe dedicar.

Se você não tem muito tempo, escolha uma grama que requer manutenção simples.

Veja quais são as áreas de sombra e de luz do seu espaço. Para isso, é essencial que você leve em consideração a orientação do seu jardim: onde o sol nasce e se põe.

Conclusão

Se você tem filhos, gosta de praticar esportes, adora festejar com os seus amigos e passar um tempo no jardim, então deve escolher uma grama que tolere muito bem o trânsito intenso.

O orçamento também é importante porque influencia na qualidade da grama. Sempre procure o melhor custo-benefício.

Tendo em mente estes aspectos e os conselhos dos especialistas, você não irá errar ao escolher a grama para o seu jardim.