Móveis infantis: chaves para não cometer erros

23 de setembro de 2019
Você tem filhos em casa e quer saber que tipo de móveis infantis são mais adequados para os seus quartos? Continue lendo porque mostraremos algumas dicas.

Os móveis infantis devem ser de alta qualidade e se adaptar perfeitamente às características e necessidades dos seus principais usuários: as crianças. Estes móveis devem ser seguros, fáceis de limpar, resistentes e confortáveis.

Podemos pedir mais? Sim, que eles também contribuam para criar um ambiente agradável para a criança e para os pais. É por isso que, antes de empreender a decoração de um quarto infantil, devemos considerar certas chaves que veremos a seguir.

Móveis infantis: requisitos essenciais

Móveis infantis: requisitos essenciais

Segurança

As portas dos armários e gavetas devem se encaixar perfeitamente e abrir de forma suave. Certifique-se de que elas tenham uma trava de segurança que impeça a abertura do móvel.

Poucos e versáteis

Outra regra básica é a simplicidade: quanto mais simples o móvel, melhor. A decoração de um quarto infantil se baseia em alguns móveis-chave.

O mais prático a fazer é ter móveis essenciais para cada idade e completá-los conforme novas necessidades da criança forem surgindo.

Transformáveis

Para economizar dinheiro, é necessário optar por móveis que possam ser transformados, para que possamos obter diferentes formas de uso sem precisar adicionar acessórios.

O uso de móveis fáceis de mover e de móveis dobráveis ​​também é recomendado. Esta opção permitirá que eles se adaptem melhor aos quartos infantis.

Sob medida

Os móveis infantis devem se ajustar às necessidades e hábitos das crianças. Por isso, recomenda-se optar por móveis baixos, como armários, cadeiras, mesas… que não atrapalhem os movimentos e que se adaptem à sua altura.

Móveis infantis: um pequeno grande mundo

Móveis em escala, brinquedos, materiais resistentes… As crianças têm um grande número de aliados que tornam a sua vida diária mais agradável.

Alguns desses elementos ajudam para que elas se sintam confortáveis ​​e seguras, enquanto outros as convidam a descobrir o mundo e desenvolver o universo da fantasia.

Vamos para a cama!

Móveis infantis: um pequeno grande mundo

O momento mais apropriado para passar do berço para a cama é quando a criança consegue pular as grades do berço. Isso geralmente acontece por volta dos dois anos.

Outros fatores também interferem, como a personalidade da criança e a presença de irmãos. Normalmente, quando a criança tem um irmão mais velho, a transição geralmente é mais rápida.

Existe uma grande variedade de camas infantis, algumas muito divertidas, com cores vivas e formas ousadas. Uma opção altamente recomendada é a bicama, que além de oferecer duas camas em uma, também permite que você tenha um sofá durante o dia.

No entanto, no que se refere ao aproveitamento do espaço do quarto, as melhores opções são as camas suspensas, uma vez que elas permitem que o espaço que fica na parte inferior seja aproveitado e, assim, possa ter diferentes usos.

As camas dobráveis ​​que podem ser armazenadas em armários também são muito recomendadas, pois com elas é possível ganhar espaço para a área de jogos e a área de estudo.

A escrivaninha e a cadeira

A escrivaninha e a cadeira

Certamente as crianças devem se sentir confortáveis ​​para estudar e fazer o dever de casa; nesse sentido, o maior número de distrações deve ser evitado. Por esse motivo, recomenda-se que as prateleiras e gavetas nas quais os livros e o material escolar estejam armazenados fiquem perto da escrivaninha.

A cadeira e a escrivaninha devem formar um conjunto adaptado à altura da criança. Assim, são preferíveis as cadeiras com altura ajustável, que permitam apoiar os pés totalmente, bem como manter os joelhos nivelados com o quadril. Além disso, é aconselhável que as costas possam ficar bem apoiadas no encosto.

De fato, a escrivaninha deve ter uma profundidade de 60 cm e 100 cm de comprimento para ser confortável. Recomenda-se que ela seja de cor clara e acabamento mate, para que a luz não reflita na superfície, causando assim reflexos desagradáveis.

Móveis infantis: outras opções

Banquinhos

Móveis infantis: banquinhos

Eles geralmente têm designs alegres e suas bordas sempre são arredondadas. O principal material deste tipo de móvel é o plástico, especialmente o PVC, por causa da sua resistência e por ser fácil de limpar.

Poltronas Infláveis

Poltronas infláveis

Poltronas Infláveis / pequedecoracion.com

Esta é uma boa ideia para dar um ar divertido aos quartos. As crianças adoram se sentar ou brincar com elas. Além disso, elas são muito práticas, pois como são muito leves, podem ser deslocadas facilmente.

Redes

Redes

Elas permitem que a criança descanse ou brinque. É importante que elas sejam bem acolchoadas e ergonômicas para que a criança esteja em uma posição adequada e confortável.

Alguns modelos são reclináveis e dobráveis e têm uma bandeja para comer ou brincar. Outros acessórios extras muito interessantes são o apoio para os pés e o encosto de cabeça.

Cadeirão

Cadeirão

Neste móvel, o banco e o apoio para os pés podem ser ajustados em termos de altura e profundidade, permitindo assim que as costas repousem de uma forma mais confortável durante todas as fases do crescimento. Dessa forma, quando a criança for mais velha, ele poderá ser transformado em uma cadeira.

Então, como você pode ver, escolher móveis infantis não precisa ser uma tarefa complicada. Siga algumas das chaves que propomos e você verá os bons resultados que poderá obter.