Algumas ideias para pintar a sala

31 de julho de 2019
Uma sala deve nos transmitir emoções. Por este motivo, daremos algumas ideias para pintá-la sem erros.

Muitas vezes nos perguntamos de quais ideias precisamos para pintar a sala este ano. Neste artigo propomos algumas ideias que o ajudarão a deixar este espaço muito bonito. Não importa se você não é um designer de interiores, o que importa é que comece o processo de escolha de cores seguindo algumas diretrizes. Dessa forma, alcançará o seu objetivo final.

Certamente antes de pintar a sua sala, você deve levar em conta as suas dimensões, os seus usos e a sua localização dentro da casa. De fato, teremos que decidir se vamos pintá-la com uma única cor ou se usaremos combinações de cores; e também se a pintura será um pano de fundo ou se só participará da decoração.

Por ser um espaço dedicado ao relaxamento, ao lazer e ao convívio familiar, ela deve ser especialmente acolhedora e transmitir uma sensação de bem-estar. Por esta razão, a cor da sala deve ser ajustada aos gostos pessoais mais do que qualquer outro cômodo da casa.

Este espaço se torna a vitrine das nossas emoções. É por isso que é necessário selecionar muito bem a cor das paredes. Elas devem estar de acordo com cada móvel, cada tecido e cada detalhe decorativo.

Ideias para pintar a sala 

Quando há poucos móveis, eles podem contrastar com cores ousadas

Se você tiver poucos móveis, pode experimentar cores ousadas e contrastantes; se a sala atender a diferentes propósitos, por exemplo, uma boa opção é escolher cores ou tons diferentes para diferenciar os ambientes. Por outro lado, se o espaço for pequeno e abrigar muitos móveis, é preferível optar por paredes lisas e tons pastéis.

Quando queremos destacar o protagonismo dos móveis de madeira, é possível pintar as paredes em tons de cru ou bege. O amarelo também funciona muito bem, pois transmite alegria e calor; e o branco trará brilho e luminosidade.

Em salas grandes, opte por acabamentos com textura áspera. Assim, os acabamentos absorverão a luz e ajudarão a tornar o espaço mais acolhedor.

Algumas técnicas como o esponjado, o trapeado e o escovado são ideais pelos seus efeitos sutis de luz e sombra. Em tons suaves e cores naturais, criam um efeito que amplia o espaço.

É possível obter uma sala maior visualmente usando cores claras – bege, creme, marfim – porque elas criam uma sensação de ‘distânciamento’. O efeito será mais acentuado se você pintar o teto e as paredes da mesma cor.

Outra possibilidade para ganhar frescor é pintar a sala com tons suaves de azul, verde e malva com um acabamento suave e mate. Se o teto tiver vigas expostas, você poderá pintá-las de branco ou de creme para clarear o ambiente.

Se quisermos transformar a nossa sala sem gastar muito dinheiro, poderemos usar um esquema simples. Utilize tons claros e neutros nas paredes e tetos e cores fortes nas cortinas, tapetes, luminárias e em alguns móveis.

Dicas para não errar

Dicas para não falhar com as cores

Algumas recomendações e testes anteriores podem contribuir para acertar no esquema de cores. Antes de prosseguir com o projeto, é necessário verificar especialmente o efeito da cor nas paredes da nossa sala.

É altamente recomendável fazer três ou quatro testes de cores. É necessário pintar quadrados de 100 x 100 cm com as cores escolhidas e deixá-las secar antes de avaliar os resultados. Geralmente, a tinta clareia entre um e dois tons ao secar.

Quando a mesma cor é usada em todas as paredes da nossa sala, ela sempre se intensifica. É conveniente, portanto, escolher um tom mais claro do que gostaríamos na cartela de cores e então corrigir, se necessário.

Sempre que possível, deve-se reunir amostras de todas as cores que se deseja usar e colocá-las juntas para poder estudar o seu efeito. Também é útil organizar os móveis e tecidos ou amostras deles para analisar o conjunto e, assim, decidir se devemos continuar com a nossa ideia, com a certeza de que a combinação será harmoniosa.

Quando pintamos a nossa sala, podemos ter dúvidas sobre quantas cores diferentes é prudente reunir, para que a paleta de cores não seja excessiva. Em geral, dois, ou no máximo três, são mais do que suficientes para as superfícies principais. Isto é, para paredes, pisos e também para móveis, sofás, cortinas…

Por fim, é muito importante levar em conta a cor das portas e janelas da nossa sala de estar, já que também podemos pintá-las e, assim, adicionar contrastes com as paredes.