Mármore ou vidro para a sua mesa?

· 7 de janeiro de 2019
Tanto o mármore quanto o vidro são materiais muito interessantes para a decoração. Cada um deles fornece um conjunto, um significado, conforme se adapta à decoração.

Uma mesa precisa de um tampo resistente, forte e firme. Às vezes nos perguntamos que material poderá ser o melhor para uma mesa: o mármore ou o vidro? Afinal, tanto um quanto o outro podem ser bons para a decoração e a funcionalidade.

Assim, qual é a diferença entre usar um ou outro? Na verdade, não há nada de extraordinário em nenhum deles; o tipo de estética é que dará um sentido ou outro para a decoração; mas, em termos de resistência ambos oferecem possibilidades semelhantes.

Seja na sala de estar, no terraço ou no quarto, devemos nos atentar ao tipo de aparência e cor, no caso do mármore. Certamente, a decoração que está ao seu redor também influencia, assim como a maneira como o conjunto é complementado.

Mármore, uma rocha metamórfica

O mármore é formado a partir de rochas calcárias, atingindo um nível de compactação que oferece resistência, solidez e brilho cristalino. Assim, de acordo com o tipo de formação e estrutura, é possível chegar a uma cor ou outra.

A gama cromática é realmente ampla, podendo variar desde o branco até o rosa. Dependendo do tipo de cor, é possível proporcionar um determinado conteúdo e significado ao espaço; por isso, é importante escolher bem o tipo de mármore para a mesa.

  • Brancos: alguns são mais escuros do que outros. Assim, uma aparência elegante, pura e muito interessante é alcançada, especialmente para os terraços.
  • Cinza: certamente, são neutros, elegantes e refinados. Geram paz e tranquilidade, não obtêm protagonismo e também combinam bem com outras cores. São amplamente utilizados para bancadas de cozinha.
  • Creme: calor e simplicidade, mas também versatilidade e suavidade.
  • Rosa: essa cor pode oferecer possibilidades como tons mais claros ou mais escuros, mas não perde a elegância e a sutileza. Para as salas, pode ser um recurso muito apropriado.
  • Cores mais intensas: tanto o verde quanto o amarelo ou o marrom, podem ser cores fortes e cheias de personalidade. Embora seja verdade que elas possam contrastar muito com os outros recursos no ambiente, quando combinadas adequadamente, dialogam muito bem com o branco.

O vidro, um recurso transparente

A maior diferença que podemos encontrar entre o mármore e o vidro é a cor e a opacidade. No caso do mármore, existem muitas cores e uma opacidade muito consistente; por sua vez, o vidro é transparente ou semitransparente e também é bastante duro.

Mármore ou vidro

  • Vidro monolítico: modelo prototípico que possui consistência, firmeza e funcionalidade. Pode ser arranhado em caso de acidente, mas a maioria das mesas de vidro tem este tipo, porque ele tem um custo menor.
  • Vidro laminado: consiste em várias lâminas de vidro. É muito mais resistente, menos propenso a quebras e arranhões e se caracteriza por ser blindado.
  • Vidro temperado: este exemplar é o mais forte, o mais seguro e o mais firme. Certamente, pode se quebrar caso sofra uma pancada muito forte, mas denota uma grande capacidade de resistência.
  • Vidro fosco: este tipo não é transparente, mas sim translúcido. Tudo isso graças a um tratamento ácido que permite a passagem da luz, mas não permite ver através dele. Inclusive, pode até mesmo ser colorido.

– Na hora de escolher o que é melhor para uma mesa, se é o mármore ou o vidro, a decoração da sua casa lhe dará a resposta. –

Adaptação de cada tipo de mesa à decoração

Tanto o vidro quanto o mármore podem funcionar bem na decoração da sua casa. Ambos vão proporcionar eficiência e durabilidade.

Mármore ou vidro

Mármore ou vidro para a sua mesa?

De acordo com a decoração que esteja em cada espaço, você poderá escolher um tipo de mesa ou outro. O conjunto ideal será aquele que nos mostre quais móveis e materiais se adaptam melhor ao ambiente.

  • Sala de estar: se você quiser lhe dar uma aparência mais séria, sutil e elegante, então o mármore é uma boa escolha. É interessante que sejam móveis pequenos, para que a decoração não fique desproporcional.
  • Quarto: Tanto para uma mesa de cabeceira quanto para uma cômoda, o mármore pode se encaixar perfeitamente, principalmente o de cor branca; no entanto, o vidro também poderá ficar muito interessante para uma mesa de cabeceira.
  • Terraço: tanto um quanto o outro ficam muito bem, mas devemos destacar o vidro como um recurso que, combinado com a ferro forjado, poderá mostrar diretamente a estrutura interna da mesa.

Em suma, qualquer um dos dois materiais é útil para dar à sua casa um toque sutil e elegante. No entanto, estude bem a decoração interna antes de prosseguir com a escolha.