Estilo mediterrâneo contemporâneo na decoração

· 19 de setembro de 2018
Cada vez mais pessoas estão escolhendo o estilo mediterrâneo contemporâneo na decoração, devido ao seu frescor, sua luminosidade e sua relação com as férias, a praia e o sol. Você poderá decorar sua casa desta maneira mesmo que não more no litoral.

O estilo mediterrâneo contemporâneo na decoração também é muito usado por pessoas que vivem em outras áreas, mesmo aquelas que não têm nada a ver com esta região do planeta.

Quem não gostaria de viver em uma casa em uma cidade italiana, grega ou do sul da Espanha? Com suas praias, seu entardecer e seus dias ensolarados. Neste artigo, falaremos mais sobre essa tendência.

Como é o estilo mediterrâneo contemporâneo na decoração?

Ele nos seduz pela sua naturalidade, pela sua simplicidade e frescor… adoramos porque nos lembra férias e verão. O estilo mediterrâneo contemporâneo na decoração é, sem dúvida, um dos mais escolhidos na Europa, mas não necessariamente em casas com vista para o mar. Alguns de seus pontos chaves são:

1. Rusticidade e materiais

A arquitetura mediterrânea se conecta ao local e se integra à paisagem. As casas são geralmente sóbrias, com um estilo simples e muito funcional. São rústicas e geralmente são compostas de diferentes módulos quadrangulares, que são adicionados de acordo com as necessidades dos moradores: por exemplo, um quarto para um bebê, um estábulo para um animal, uma mesa para trabalhar em casa, etc.

estilo mediterrâneo contemporâneo

Os materiais utilizados no estilo mediterrânico são a pedra, madeira, o barro e adobe. As paredes são caiadas de branco, não há muitos objetos que atrapalham a passagem e as casas são orientadas para o sul para poder aproveitar a luz do sol, embora as janelas sejam pequenas.

Nos tetos, que são planos, não podem faltar as vigas de madeira à vista, para diferenciar do branco das paredes. Alguns também optam por colocar arcos que separam os ambientes, por exemplo, a sala da cozinha.

Os pisos podem ser de cerâmica, de madeira ou com azulejos em estilo marroquino, mas devem respeitar sempre as cores terra, branco ou bege para corresponder ao ambiente.

2. Cores

A pintura das paredes internas ou externas, assim como os tons utilizados na decoração são o branco, terra, verde e o azul. O primeiro é indiscutível, já que confere luminosidade, frescor, amplitude e serenidade.

Os tons terra são quentes, perfeitos para os móveis ou alguns detalhes nas paredes. Além disso, o azul reproduz o Mar Mediterrâneo e o céu;  o verde nos faz lembrar das montanhas cheias de vegetação que protegem as costas litorâneas.

3. Móveis

Se você quiser desfrutar do estilo mediterrâneo contemporâneo na decoração, precisa ter móveis de madeira, para “quebrar” o branco das paredes. Simplicidade é sinônimo de beleza, e sem nem precisar decorar com um estilo minimalista.

Outras opções dentro do mobiliário típico são o vime e o rattan, dois materiais utilizados há centenas de anos na fabricação de objetos domésticos em áreas agrícolas. Os agricultores dedicados às oliveiras, por exemplo, também se dedicavam a fazer seus móveis com o que tinham à disposição, e isso permanece até hoje.

4. Acessórios

As luminárias de vime, os tapetes rústicos, as plantas de interior, os vasos de cerâmica, as almofadas de linho ou de algodão e até alguns troncos ou galhos secos que encontramos nos arredores podem nos ajudar na decoração.

Para o estilo mediterrâneo contemporâneo na decoração, o importante é se inspirar na natureza para dar um toque mais autêntico aos ambientes. As cestas de pão ou cestas de vime na mesa de jantar, as bandejas para o chá também são boas opções para decorar.

estilo mediterrâneo contemporâneo

Decore também o exterior

O estilo mediterrâneo contemporâneo na decoração é realmente bonito e você não precisa viver na Itália, França, Grécia ou Espanha para desfrutá-lo em casa. Se você tiver uma casa com espaço ao ar livre, poderá decorá-la com tons de azul e branco, como se estivesse em Mykonos, com uma fonte de água que flui continuamente e belas pérgulas para se proteger do sol.

E, claro, não podem faltar as redes e sofás para se deitar durante algumas horas quando você não estiver na piscina (ou mesmo que não tenha uma). O melhor de tudo é que, quando olhar ao seu redor, você pensará que está em Andaluzia, Ibiza, Sicília, em uma ilha grega ou em uma bela praia brasileira. É como estar sempre de férias!