O uso do azul Klein na decoração da sua casa

25 de janeiro de 2020
O azul Klein traz uma estética verdadeiramente atraente para o lar. Ele deve aparecer de maneira informal e sem dominar o espaço excessivamente.

Você quer dar um novo visual à sua casa? A chave está no uso das cores, especialmente aquelas que possam ser mais inovadoras e menos comuns. Por isso, daremos algumas dicas para o uso do azul Klein em casa.

Sem dúvida, são os tons mais marcantes que atraem o nosso olhar; isto é evidente. No entanto, a combinação a ser feita com tons neutros, suaves e discretos deve ser estudada de forma eficaz e sob critérios racionais.

O tom de azul sobre o qual falaremos a seguir, proporciona princípios estéticos que são realmente interessantes para o lar. Por que isso acontece? Basicamente, os tons mais intensos se tornam pontos de referência para a nossa mente e potencializam em grande medida o recurso sobre o qual estão dispostos.

A contribuição de Yves Klein para a arte

O uso do azul Klein em casa

Tipos de azuis / mildedales.com

Yves Klein, nascido em Nice, foi um artista francês que trabalhou durante a corrente neodadaísta, mais especificamente no segundo terço do século XX. Filho de pintores, desde jovem se interessou pelo mundo da arte, observando as combinações cromáticas que os seus pais faziam na pintura.

Ele logo perceberia que as cores comandam a realidade que nos cerca. Dessa forma, ele se interessaria por uma tendência que poderia ser mais inovadora e de vanguarda: a pintura monocromática. Ele não a concebia como campos de cores simples, mas sim como significados particulares onde o material e o espiritual podem ser unidos.

Finalmente, ele chegaria a um ponto exato e inovador que é o International Klein Blue. Esse conceito foge da linha tradicional da arte e abre uma nova direção nas vanguardas. Ele chegou a realizar performances onde pintava mulheres nuas com este azul, com o objetivo de abrir novas perspectivas da arte.

A cor é a sensibilidade em forma material, a matéria em seu estado primordial.

-Yves Klein-

Como podemos aplicar o azul Klein em casa?

O uso do azul Klein em casa

Azul Klein / elpaisdesarah.com

Em primeiro lugar, devemos ter em mente que essa cor não pode dominar um espaço; isso geraria uma saturação excessiva. A sua presença deve ser informal e direta, em pontos específicos e simples, tentando combiná-lo com o todo e sem exceder o seu uso.

  • Pode estar presente na parede, porém sem cobri-la completamente, mas sim tendo um espaço limitado e simples. Geralmente combina muito bem com o branco, gerando assim um contraste drástico e vigoroso.
  • As poltronas podem ser um bom recurso para usar essa cor. De fato, elas transmitem uma sensação de conforto e, acima de tudo, um caráter alternativo e realmente atraente. Da mesma forma, também poderíamos falar sobre o sofá, pois ele se tornaria o verdadeiro protagonista da sala de estar.
  • Também pode ser colocado em pontos de decoração específicos. Por exemplo, no banheiro, a saboneteira e as toalhas podem ser elementos de referência importantes, assim como um pufe na sala de estar, um tapete ou as almofadas do sofá.

Recursos para o quarto

Decoração do quarto

O quarto provavelmente é o espaço mais privado e personalizado da casa. Ele é, sem dúvida, o local onde o azul Klein pode ser disposto de uma maneira mais vigorosa e dinâmica.

Se você tem uma cômoda, este pode ser um bom elemento para conter essa cor. Certamente, isso significa que deve haver tons neutros claros ou brancos ao redor que permitam que esse móvel fique em destaque. Nesse caso, estaríamos nos aproximando do estilo mediterrâneo.

Todos nós sabemos que a cama é o eixo principal do quarto. Se ela já é um recurso fundamental por si só, por causa do seu tamanho e funcionalidade, ao cobri-la com uma colcha dessa cor, obteremos um destaque inigualável. Também haveria a opção de ter uma cabeceira dessa cor juntamente com uma cama branca.

Como o azul Klein pode combinar com o estilo rústico

Estilo mediterrâneo

Mesa azul Klein / elpaisdesarah.com

Talvez estejamos acostumados a ver os típicos tons marrons e quentes dentro do estilo rústico, mas de que maneira o azul Klein pode ser aplicado? Uma cor fria como essa pode estar presente nesse gênero decorativo?

De fato, é possível fugirmos das cores frias em estilos como o rústico, mas na verdade, elas podem aparecer de uma forma particular e interessante.

Por exemplo, poderíamos ter esse azul em uma porta de madeira, em uma moldura de janela ou em um móvel em particular. No fundo, também estaríamos nos aproximando de um estilo mediterrâneo.

  • Arnaldo, Javier: Yves Klein, Nerea, 2000.