Como escolher um robô de cozinha que atenda às suas necessidades

· 23 de fevereiro de 2019
Você quer economizar tempo, energia e, por sua vez, comer bem? Um robô de cozinha pode resolver a correria da cozinha, oferecendo qualidade e garantia de sucesso.

Todos nós gostamos de comer bem, mas o ritmo de vida que levamos não nos permite. No entanto, é possível combinar ambas as coisas em sua própria casa. A seguir, explicaremos como escolher um robô de cozinha que atenda às suas necessidades.

Não é fácil sair do trabalho e ter que cozinhar lentamente e com recursos tradicionais. Portanto, uma solução viável é o robô de cozinha, um eletrodoméstico que não pode faltar na sua casa.

Este dispositivo é prático, simples, funcional, rápido e, além disso, existe em uma grande variedade de modelos, alguns a preços muito acessíveis.

“Não há prato rejeitado na cozinha quando é feito de maneira autêntica”.

-Néstor Luján-

Atualmente a tecnologia na cozinha parece ficção. A cada dia aparecem mais novidades: um novo robô de cozinha prepara os pratos de modo descomplicado. Basta colocar os ingredientes, selecionar a receita pelo aplicativo e preparar a mesa.

Vejamos algumas dicas que podem ajudá-lo a escolher o melhor, dependendo do profissionalismo que você deseja obter na preparação dos seus pratos.

Escolher um robô de cozinha: elementos necessários para cozinhar

Normalmente, qualquer robô oferece múltiplas possibilidades no preparo dos pratos; alguns são mais sofisticados e outros mais práticos. Estas são as ferramentas que um robô pode ter:

  • A capacidade: é muito importante que possua um recipiente grande para cozinhar para várias pessoas, como, por exemplo, se você prepara um cozido.
  • Escala de peso: essencial para conhecer as quantidades. Pode ser integrado ou independente (externo).
  • Mixer: em forma de borboleta, permite a mistura de ingredientes.
  • Lâminas: se você quer fazer sopas, purês ou papinhas para o bebê, é essencial que o aparelho tenha essa ferramenta.
  • Cesto de vapor: para cozinhar alimentos no vapor, por exemplo, legumes, batatas, etc.
  • Ralador: nem todos os aparelhos fornecem esse recurso; permite triturar e cortar alimentos.
  • Moedor de carne: corta e mói a carne.
  • Jarro de plástico para os alimentos
  • Outros acessórios interessantes: espremedor de frutas, moedor de cereais, etc.
robô de cozinha

 

Processador de alimentos

Existe um formato de processador de alimentos que pode realizar o trabalho por conta própria e, como resultado, resolver muitos problemas se tivermos pouco tempo; assim, evitaremos comer rápido e mal.

O processador de alimentos tem um formato que lembra os liquidificadores típicos com recipiente. Consiste em uma série de elementos que lhe permite ser autônomo e com total confiança.

Seguindo as instruções de uso, pode-se programar o processo e obter um resultado eficaz e muito profissional, mesmo com os ingredientes retirados diretamente da geladeira.

Muitos restaurantes fazem uso desses aparelhos para facilitar o dia a dia da cozinha e garantir um bom trabalho em pouco tempo.

Material principal

O aço inoxidável tornou-se o material mais comum por ser:

  • Resistente
  • Eficaz
  • Duradouro
  • Não deixa um sabor metálico na comida
  • Fácil de limpar

Muitas vezes, podemos encontrar robôs cujas partes que ficam em contato com os alimentos, são feitas com outros materiais que não contêm bisfenol A (BPA).

Ultimamente, tem-se falado deste produto e seus possíveis danos à saúde. Portanto, recomenda-se que os únicos materiais em contato com alimentos sejam de aço inoxidável ou um plástico de boa qualidade.

robô de cozinha

Característica mais profissional

Em primeiro lugar, devemos atender a um aspecto fundamental: a potência. Para cozinhar bem e de forma efetiva, um robô que possui um número considerável de watts pode ser um ponto positivo.

A linha My Cook da marca Taurus é um perfeito aliado em nossa cozinha, tanto pela sua potência como pelas vantagens que possui. Pode se enquadrar em um campo mais profissional dentro do mundo da culinária.

Por outro lado, nos oferece a possibilidade de cozinhar por indução. Esta característica proporciona velocidade, simplicidade, menos consumo de energia e facilidade na limpeza.

Os alimentos ficam saborosos, com um acabamento perfeito e sob o desempenho imbatível da máquina. De qualquer forma, o custo deste dispositivo pode ser bastante elevado, embora valha a pena o investimento.

“A vida interior precisa de uma casa confortável e uma boa cozinha”.

David Herbert Lawrence

Novas tecnologias: wifi e bluetooth

Para elaborar receitas mais sofisticadas e que tenham conectividade direta com o telefone, iPad ou computador, esse sistema permite que o robô possa trabalhar de forma mais autônoma.

As facilidades oferecidas por este recurso são incríveis, já que você poderá elaborar os produtos mais confortavelmente através do wifi ou bluetooth.

Através deste formato, você poderá acessar livros de receitas que se comunicam diretamente com o robô para assim, saber qual é o procedimento a seguir.

Alguns exemplos recomendados são:

  • My Cook Touch da Taurus (wifi)
  • I-Companion da Moulinex (bluetooth)

Os robôs de cozinha oferecem uma infinidade de possibilidades e existem inúmeros modelos no mercado. Ao escolher, certifique-se do tipo de cozimento que você quer realizar.

O robô que você escolher dependerá do tipo de gastronomia que você pretende executar; no entanto, existem diferentes modelos disponíveis para o bolso de qualquer pessoa.