A fruteira, um recurso decorativo

· 30 de novembro de 2018
Uma maneira interessante de decorar a mesa da sala e da cozinha é através de uma fruteira, pois ela trará um toque natural e exótico para a sua casa.

Se o que você está procurando é dar à cozinha ou à sala jantar um toque decorativo exótico, quente e original, então considere colocar uma fruteira, um recurso decorativo que encherá a sua casa de vida.

Uma fruteira não é composta apenas de frutas, mas também de cores e alegria. Afinal, ela transmite sensações tranquilas e gera um clima agradável para a casa, já que é composta de produtos da natureza.

As frutas são um alimento que pode ficar sempre à mostra. A condição de armazenamento que elas exigem é um ambiente limpo e seco; porém, é necessário ir renovando, porque elas podem se estragar se ficarem por muito tempo ao ar livre.

Decoração para a cozinha e para a sala

Uma fruteira não combina com qualquer cômodo da casa. Cada espaço tem as suas funções e a decoração que é utilizada em cada um tem um significado e uma repercussão. No entanto, a fruteira pode ficar muito bem tanto na cozinha quanto na sala de jantar.

Decoração para a cozinha e para a sala

  • Cozinha: este local está associado à preparação de alimentos e sua conservação. As frutas geralmente são encontradas na cozinha juntamente com o restante da comida; portanto, porque não as utilizar também para decorar?
  • Sala: é destinada principalmente para atividades de descanso, lazer e recreação pessoal, mas também pode ser um espaço destinado às refeições. Por esta razão, as frutas podem ser encontradas em travessas para a decoração da mesa de jantar.

Esses dois espaços da casa são ideais para utilizar frutas como meio decorativo. Por outro lado, os quartos ou o banheiro não podem ter esse privilégio.

– Encha de calor e cor tanto a cozinha quanto a sala. – 

Algumas formas de colocar as frutas

Nem todas as frutas podem ser utilizadas na decoração; há algumas que, devido ao seu tamanho ou cor, não é muito interessante que estejam presentes. Portanto, é necessário selecionar e conhecer o conteúdo estético que elas fornecem.

  • A banana: de cor amarela, representa uma fruta de regiões quentes e tem uma forma diferente das outras. Sem dúvida, oferece um caráter exótico.
  • A maçã: um exemplo por excelência, não pode faltar na fruteira. Pode ser encontrada nas cores vermelho, verde e amarelo. Quanto mais perfeito estiver o exterior, mais qualidade para a decoração.
  • A pera: outro caso semelhante ao da maçã. Fica muito interessante porque a sua forma contrasta com as das outras frutas. Assim, ela dinamiza bastante a decoração.
  • As uvas: representam um ambiente bucólico e clássico. Lembra o vinho e além disso, é uma fruta que transmite uma doçura devido à sua aparência.
  • As cerejas: sempre que possível, adicione cerejas para gerar contraste com o restante das cores; elas têm uma tonalidade avermelhada muito intensa.
  • Laranjas e limões: devido à diferença de tonalidade entre as duas frutas, elas são essenciais; além disso, também exalam um aroma muito agradável.
Maneiras de dispor as frutas

Não é interessante sobrecarregar a fruteira com muitos exemplares. Use apenas um de cada tipo, dessa forma você fará com que exista variedade, a decoração será dinâmica e, além disso, vai funcionar como um foco de cor muito interessante.

Frutas verdadeiras ou frutas de plástico

Existem dois tipos de frutas, as que são comestíveis e as que não são. Estas últimas geralmente são feitas de plástico e costumam ser vendidas em bazares e lojas de decoração. Porém, qual dos dois modelos escolher?

  • As frutas comestíveis são autênticas e têm uma cor natural. Dessa forma, se consegue um sentimento de autenticidade e, além disso, elas exalam aromas. No entanto, há um problema: com a passagem do tempo, elas se deterioram e podem produzir maus odores.
  • Frutas de plástico: existem tipos variados, mas há algumas que são muito semelhantes às naturais, de tal forma que quase não se pode perceber a diferença. Elas são fáceis de limpar e não estragam com o passar do tempo.

Na hora de escolher, tudo depende do propósito que você tenha. Se as frutas forem consumidas todos os dias, é possível colocar as que são verdadeiras. Mas, se esse não for o caso, você poderá comprar as artificiais que chegam a ser tão verdadeiras quanto as extraídas da natureza.

Frutas verdadeiras ou frutas de plástico

Tipos de fruteira, qual escolher?

Existem muitos modelos. Entre eles, cabe destacar os que têm vários andares diferentes, com recipientes de forma circular ou quadrada. As frutas são colocadas em cada andar, distribuindo as cores e gerando um equilíbrio.

Outro exemplo seria uma tigela, cesta, jarra ou taça de metal. Aqui, as frutas poderiam ser combinadas de uma maneira mais aleatória. As uvas podem ficar suspensas de um lado, obtendo assim um resultado muito decorativo, tanto para a mesa da sala quanto para a mesa da cozinha.